Art Basel Miami Beach 2015 reúne 191 galerias

Bitsmag
"Colored Vases" de Ai Weiwei - Mary Boone Gallery
“Colored Vases” de Ai Weiwei – Mary Boone Gallery

Maior feira de arte das Américas volta à Florida no início de dezembro

Miami recebe mais uma vez a maior feira de arte das Américas, além de cerca de 20 feiras satélite, na semana que é hoje a mais importante em termos de turismo e eventos na cidade, a Miami Art Week ou Art Basel Week.

[wysija_form id=”2″]

Levando à Florida grandes galeristas, curadores, apreciadores e colecionadores de arte e aglutinando um enorme grupo de celebridades em festas, vernissages, exposições e shows, a Art Basel Miami Beach deste ano vai reunir em South Beach 267 galerias de 32 países, sendo 50% dos exibidores dos Estados Unidos e da América Latina. Este ano marca a estreia Noah Horowitz como diretor da divisão Américas, juntando-se ao time liderado por Marc Spiegler, diretor geral de todas as feiras Art Basel (Basiléia, Hong Kong e Miami). Noah promete manter e aprofundar o engajamento com galerias e colecionadores das Américas. Autor do livro The Art of the Deal: Contemporary Art in a Global Financial Market, Noah Horowitz foi diretor da feira Armory Show de N.York e da feira de arte online VIP.

Conteúdo relacionado:

A Art Basel Miami Beach é montada com setores diferenciados de galerias e áreas de exposição. Survey é o setor onde são expostos os trabalhos mais significativos em termos de história da arte. Este ano a Survey expõe 14 projetos, entre eles o da galeria chinesa Beijing Art Now Gallery exibindo trabalhos do artista pioneiro Wang Jinsong e a tradicional galeria novaiorquina Castelli com esculturas pós-minimalistas de Keith Sonnier. Ainda no setor Survey a galeria Beck & Eggeling da Alemanha expõe o trabalho do artista alemão Heinz Mack, fundador do movimento Zero.

Enquanto o setor Survey exibe trabalhos de expoentes importantes e tarimbados da arte moderna e contemporânea o setor Nova introduz o trabalho de artistas em plena ascenção. Este ano a Galeria Leme de São Paulo transforma seu estande num museu fictício, uma instalação com obras da artista peruana Sandra Gamarra. No setor Nova 34 galerias mostram trabalhos de 1 a 3 artistas. Outros destaques deste ano são a galeria Canal 47 dos Estados Unidos exibindo os artistas Antoine Catala e Gregory Edwards em obras como pintura e videoarte.

Se o setor Nova mostra o trabalho de artistas em ascenção, o setor Positions introduz o trabalho de grandes apostas. Nesse setor a galeria SIM de Curitiba exibe instalação de grandes proporções com 18 aquários da artista gaúcha Romy Pocztaruk.

Kabinett define várias áreas da Art Basel Miami Beach com 27 exibições criadas por curadores e espalhadas por todo o espaço da feira. Artistas da Argentina, Bélgica, Brasil, Colômbia, China, França, Alemanha, Irlanda, Estados Unidos e Reino Unido estão entre os escolhidos pelos curadores da Kabinett, como uma instalação de Joseph Kosuth, outra de Nari Ward, uma seleção de telas em formatos eróticos de Zilia Sánchez e uma serie de imagens digitais de Michael Craig-Martin, mostradas pela primeira vez nos Estados Unidos.

A feira tem ainda o setor Edition onde são comercializados múltiplos e gravuras. São 12 galerias como a Polígrafa Obra Gráfica (Espanha), Two Palms (Estados Unidos), STPI (Cingapura), Pace Prints (Estados Unidos), and Paragon (Reino Unido).

O coração da Art Basel Miami Beach envolve o setor de galerias, com a participação este ano de 191. Do Brasil participam várias galerias, como Casa Triângulo, Mendes Wood, Fortes Vilaça, Raquel Arnaud, Luisa Strina, A Gentil Carioca, Anita Schwartz, Silvia Cintra + Box4, Milan e Vemelho.

Além da feira a Art Basel Miami Beach promove ainda uma exposição de trabalhos em espaço público, a Public, com obras de grandes proporções instaladas na praça Collins Park, em South Beach, bem perto do Miami Beach Convention Center que abriga a feira. Este ano o curador Nicholas Baume, diretor e curador chefe do New York’s Public Art Fund, escolheu cerca de 20 esculturas e instalações de artistas em ascenção de várias partes do mundo.

O cinema e o vídeo também estão presentes em programa sob curadoria de David Gryn, diretor da plataforma online de vídeos de arte Daata Editions e do site Artprojx, de Londres e Marian Masone, programadora da Film Society do Lincoln Center de N.York.

Por fim a Art Basel Miami Beach promove ainda uma programação de palestras e bate-papos com artistas, curadores, diretores de museus e galeristas. Os artistas brasileiros Paulo Nazareth e Valesca Soares, os americanos Jenni Holzer e Tony Oursler, além dos curadores Hans Ulrich Obrist e Nicholas Bourriaud são alguns dos convidados para as 23 mesas de palestras.
Art Basel Miami Beach 2015 reúne 191 galerias

 

Bitsmag