Festival MITA no Rio de Janeiro

Bitsmag

Confira a cobertura do Bitsmag por Pietro Truppia e Caio Bravo

Foi ótima a estreia do novo festival MITA (Music Is The Answer). O evento trouxe a Rio e São Paulo bandas alternativas de sucesso em uma programação que escalou artistas brasileiros renomados, como Gilberto Gil, Marcelo D2 e Marcos Valle, ao lado da nova safra, como Heavy Baile e Jão além de sucessos indie como The Kooks, Two Door Cinema Club, Gorillaz e Rüfüs du Sol. 

O Bitsmag, com o auxílio de Pietro Truppia e Caio Bravo, cobriu a edição carioca do evento. 

A organização se saiu bem na montagem do festival no espaço do Jockey Clube Brasileiro, apesar do solo bastante coberto de lama por conta das chuvas da semana anterior ao evento. A disposição dos palcos foi bastante inteligente. Havia bastante espaço para as pessoas andarem e descansarem. Não havia grandes aglomerações, a não ser na frente dos shows. As filas não eram muito grandes para comprar bebidas ou comida. 

O sistema de caixas ambulantes para compra dos cartões de consumo ajudou bastante. O cartão de consumo em si não é apreciado por todos. Custa 7 reais só pelo cartão que supostamente poderia ser trocado por uma garrafa de água, mas nem todo mundo conseguiu trocar, ou sequer sabia que podia trocar. Os preços de bebidas em geral eram caros, 16 reais por uma cerveja.

A produção foi bastante cuidadosa com o quesito acessibilidade.  Pessoas se locomoveram com triciclos no festival e conseguiram chegar bem perto do palco para ver os shows em áreas delimitadas. 

Em relação aos palcos, eram bem legais no sentido de estrutura do evento. O palco mais bonito foi do artista Jão, ele se apresentou no palco Deezer e o visual era bem interessante, com um polvo inflável. A produção de figurino era bonita, tanto do Jão como da banda e as cantoras.

O show do Heavy Baile foi bastante vibrante. Agradou tanto os fãs hardcore de funk como o público em geral. A platéia dançou e rebolou até o chão. O vocalista MC Tchelinho protagonizou um momento político de apoio a Lula. 

O Rüfüs du Sol fez uma promoção via Instagram da banda. Eles fizeram uma caça ao tesouro no Jardim Botânico. Colocaram seis ingressos para o MITA escondidos e os fãs que viram os stories da banda foram buscar os ingressos. 

Foi um dos shows mais lotados do evento, ao lado do show do Gorillaz que teve participação de Pos, do De La Soul., o rapper Bootie Brown e o artista Sweetie Irie. 

No show do Gorillaz, ao invés da onipresença das projeções dos desenhos de Jamie Hewlett, o vocalista Damon Albarn tomou conta do palco.   

No geral o MITA é uma ótima novidade no calendário de festivais de música e deve se repetir anualmente com sua programação bem azeitada, fugindo um pouco da escalação dos maiores nomes do pop de outros eventos do mesmo porte. 

Bitsmag