Globo de Ouro 2016 Brasil na briga – cobertura do Bitsmag

Bitsmag

Globo de Ouro 2016 Brasil na briga

Veja como foi a festa de premiação das melhores produções do ano

Este domingo o Brasil poderia ter ficdo um pouquinho menos cabisbaixo, mas não rolou. Com a crise gritando e depois do vexame da Copa em 2014, nós andamos com a auto-estima abalada e se for depender do Globo de Ouro de Wagner Moura, vamos continuar cabisbaixos já que o ganhador foi Jon Hamm. Mua indicação a melhor ator de série dramática por seu papel no seriado Narcos da Netflix já foi um upgrade bem bacana. Bom lembrar que José Padilha também foi indicado já que é um dos produtores do seriado que também concorre na categoria melhor série dramática.

Wagner Moura concorreu com pesos pesados e com um novato que rapidamente se tornou darling da mídia. Na categoria melhor ator de série dramática os concorrentes de Wagner foram o ator Liev Schreiber, por seu papel em Ray Donovan, seriado da Showtime exibido no Brasil pela HBO. Liev era um fortíssimo concorrente e neste papel ele tem recebido ótimas críticas. Jon Hamm no papel de Don Drapper no incensado e já extinto seriado Mad Men, também da Showtime, era outro concorrente de peso. Sem grandes chances estava Bob Odenkirk do seriado Better Call Saul, spinoff de Breaking Bad também produzido pelo Netflix. Muito se falou sobre o novato Rami Malek do seriado Mr Robot, apresentado no Brasil pelo canal Space. Tanto o seriado quanto Rami têm sido muito reconhecidos por toda imprensa, tanto americana quanto internacional. De fato Mr Robot acabou levando o Globo de Ouro de melhor seriado dramático, enquanto Christian Slater levou o prêmio de melhor ator coadjuvante por seu papel no seriado.

Ricky Gervais fez uma apresentação sem grandes surpresas, contido. Os três grandes momentos da noite foram quando Lady Gaga, Silvester Stallone e Denzel Washington ganharam seus prêmios. Daniel ganhou um prêmio Cecil B. DeMille pelo conjunto da obra.

Veja também:

Globo de Ouro 2016 Brasil na briga

[liveblog]

Bitsmag