Tom Cruise devolve prêmios Globo de Ouro em protesto contra HFPA

Bitsmag

NBC não vai exibir a premiação em 2022

Tom Cruise devolveu à HFPA, Hollywood Foreign Press Association, as estatuetas que recebeu no Globo de Ouro. Os prêmios foram concedidos ao astro por suas atuações nos filmes Nascido em Quatro de Julho (1990), Jerry Maguire (1997), e Magnolia (2000, ator coadjuvante).

O ator está entre as várias personalidades e instituições de Hollywood protestando contra a HFPA pela falta de diversidade no quadro administrativo e nas votações. 

Cruise juntou-se a vários artistas e empresas que estão denunciando várias irregularidades da entidade como jornalistas representando países diferentes dos quais nasceram ou alguns votantes que não são jornalistas. Além disso não há uma pessoa negra nesse grupo e muitos são bastante idosos, como o representante da Noruega, de mais de 90 anos e que está inclusive cego.

A rede de TV NBC anunciou que não vai apresentar a premiação em 2022. A rede paga pelos direitos cerca de 60 milhões de dólares por ano. 

Netflix, WarnerMedia, Mark Ruffalo e Scarlett Johansson tem feito campanha para que a indústria se posicione. Empresas de relações públicas do setor estão se distanciando da associação que tem sofrido também denúncias de corrupção. 

O jornal californiano Los Angeles Times publicou duas matérias investigativas detalhando vários “lapsos éticos” dos votantes da HFPA este último ano. Depois das publicações do jornal o então presidente da HFPA, Phillip Berk, foi expulso por compartilhar um artigo de imprensa que se referia ao movimento Black Lives Matter como um grupo de ódio racista. 

Você também pode se interessar:

  1. Indicados ao Globo de Ouro 2019
  2. Phoebe Waller Bridge - Ralph & Russo

Bitsmag