Filme com Paul Dano é baseado no caso das ações da GameStop


Bitsmag

Dinheiro Fácil faz parecer investir em ações algo bem simples, mas a realidade é bem diferente (veja o trailer)

Uma fábula de David x Golias onde o cidadão comum consegue ter lucro e assustar os bilionários que mandam no mercado de investimentos. Essa é a ideia por trás do filme Dinheiro Fácil (Dumb Money), produção da Sony Pictures que está em cartaz nos cinemas brasileiros. Um inspiradíssimo Paul Dano faz o papel de Keith Gill, um influenciador digital de apelido Roaring Kitty (Gato Que Ruge) que ensinava seus seguidores a investir na bolsa de valores. 

O caso no qual se baseia Dinheiro Fácil aconteceu no início de 2021 nos Estados Unidos e mostra as várias transformações do cenário de investimentos no mundo. Novos “players” do mercado aparecem como “retail investors”, os investidores de varejo, e a rede de influência se desloca para as redes sociais e não se concentra nos clubes e restaurantes frequentados pelo seleto grupo de bilionários de Wall Street. 

Hoje em dia qualquer pessoa pode comprar ações de uma empresa através de um site ou de um aplicativo. Para saber em quais ações devem investir as pessoas seguem influenciadores digitais e se relacionam em redes sociais. Dinheiro Fácil faz parecer investir em ações uma iniciativa bem simples e isso é realmente um perigo. 

Como filme Dinheiro Fácil é muito divertido e deixa um gosto de esperança em quem acredita que pode ganhar dinheiro fazendo investimentos sem contratar um corretor ou um banco. 

O que aconteceu na saga da GameStop, cadeia americana de lojas de videogame, mostra muitas facetas do cenário atual, mas não é uma instância comum e muito menos simples. 

As ações da empresa estavam sendo alvo de “short” por grandes investidores. Quem são os grandes investidores? São grandes corretoras e bancos que lideram as tendências de investimentos e, na gíria, são chamados de “wall street guys”, apesar de hoje em dia os escritórios não estarem localizados necessariamente na área sul de Manhattan. 

A GameStop vinha apresentando prejuízos e não conseguiu fazer uma transição que acompanhasse o mercado de videogames. Se antes os jogos eram comercializados de forma física, como cartuchos e consoles, hoje os jogos são baixados na internet e os consoles são vendidos em grandes sites de e-comerce, o que tem tornado a loja de videogame obsoleta. A GameStop permaneceu com sua grande rede de lojas físicas. 

Empresas apresentando prejuízo estão sujeitas a se tornar alvo de operações de “short”. O “short” ou “operar vendido” é uma estratégia de investimento onde o investidor vai lucrar com a diminuição do preço dessa ação ao invés de apostar em uma empresa que ele acredita na valorização. Para não aumentar o preço da ação ele vai tomar emprestado ações de um outro investidor, ao invés de comprar. Ele faz um contrato de “aluguel” da ação por um preço determinado mais juros. Com essas ações emprestadas, ou seja, operando vendido, o investidor vai então vender a ação e esperar o preço baixar. Na hora de devolver as ações ele vai comprar a um preço menor e é assim que ele supostamente terá lucro, comprando a um preço menor do que ele vendeu.

Mais filmes e séries…

Quando a situação ocorre exatamente como previu, o investidor compra a ação de volta a um preço menor e devolve com juros. Mas se acontece algo fora da suas previsões, o investidor perde dinheiro e essa situação se chama “short squeeze”.

Foi isso que aconteceu com a GameStop em janeiro de 2021. As ações da empresa eram desacreditadas pelo mercado, ninguém achava que poderiam subir, mas foi exatamente isso que aconteceu. 

O influenciador Roaring Kitty e outros, principalmente do fórum WallStreetBets da rede social Reddit, acreditaram na empresa e muita gente começou a comprar as ações da GameStop, ocasionando a alta. 

A facilidade de comprar ações através de um aplicativo de celular como o Robbinhood também é um ponto bastante importante da situação. Um corretor experiente iria sugerir cautela.

O movimento de “pump” da ação da GameStop, ou seja, de influenciar um público grande a comprar a ação, ocasionou a alta e consequentemente os investidores que estavam na posição contrária, apostando que a ação iria desvalorizar, começaram a perder muito dinheiro. Muitos que fizeram “short” se desfizeram do negócio comprando ações a um preço maior do que venderam. Na sequência eles tiveram de devolver com juros e tiveram prejuízos altíssimos, além de ajudarem a aumentar o preço. 

Como havia investidores muito poderosos presos na posição de “short squeeze” da ação da GameStop, houve uma união entre eles e acabaram pressionando o aplicativo Robbinhood a congelar as operações com essas ações. Isso acabou virando assunto de investigação do governo dos Estados Unidos.  

O filme Dinheiro Fácil mostra esse período de forma bastante divertida com grandes atuações de um elenco de atores muito carismáticos. Além de Paul Dano como Keith Gill, estão no elenco Pete Davidson como o irmão de Roaring Kitty e Shailene Woodley como a esposa do influenciador. Seth Rogen, Vincent D’Onofrio e Nick Offerman são os grandes investidores de Wall Street e America Ferrara é uma enfermeira que começa a investir em ações. Sebastian Stan faz o papel de Vlad Tenev, um dos sócios do aplicativo Robbinhood. 

O filme é baseado no livro A Rede Antissocial de Ben Mezrich que disseca o fenômeno da “meme stock” GameStop. A direção é de Craig Gillespie (Eu, Tonya, Pam & Tommy, Cruella).

Não é só a GameStop que acabou se beneficiando dessa movimentação dos investidores de varejo. Empresas como Blackberry, a cadeia de lojas Bed, Bath and Beyond e a rede de cinemas americana AMC também entraram nessa categorização de “ações meme”, ou seja, ações que estão desacreditadas mas que conseguiram angariar alguma credibilidade através de influência das redes sociais.

Dessas empresas a Bed, Bath and Beyond está conseguindo driblar os tempos ruins e está voltando a operar.  Já a GameStop, a Blackberry e a AMC não conseguiram realmente se levantar, apesar de ainda existirem. 

Um filme que explica bem a questão da estratégia de “short” de ações é A Grande Aposta, com Christian Bale fazendo o papel do grande investidor Michael Berry. O filme de 2015 mostra como alguns investidores conseguiram prever o prejuízo em massa dos contratos imobiliários subprime que levaram à crise financeira americana de 2008. 

Tanto Dinheiro Fácil quanto A Grande Aposta mostram que há muita coisa errada no mundo do mercado e finanças, por isso mesmo é muito importante que o investidor de varejo se informe muito bem e procure experimentar com pouco dinheiro antes de fazer grandes apostas. Mercado de capitais não é loteria e as perdas podem ser irreversíveis. 

No Brasil o aplicativo Robbinhood não opera, mas temos o site e aplicativo eToro. A plataforma fornece uma opção de portfolio virtual, uma maneira de experimentar com operação de ações sem efetivamente colocar dinheiro. É uma boa maneira de aprender.

Bitsmag