Gordon Gekko depois da crise econômica global

Bitsmag

michael-douglas.gif

Oliver Stone vai filmar seqüência de Wall Street com Michael Douglas e Shia LeBoeuf

michael-douglas.gif

Oliver Stone vai filmar sequência de Wall Street 

No final do filme que definiu toda uma geração, os yuppies dos anos 80, o personagem principal, Gordon Gekko, acabou preso por fraude. A época podia ser outra, mas as semelhanças com a questão econômica atual, de crise após uma longa era de excessos, são várias. Por isso Oliver Stone acabou sucumbindo e vai dirgir e produzir a seqüência de Wall Street, filme lançado em 1987 com Michael Douglas e Charlie Sheen nos papéis principais.

Douglas volta como Gekko, vinte anos mais velho e de volta ao mundo dos negócios. Seu pupilo não será o personagem de Charlie Sheen do primeiro filme. Charlie até vai aparecer, mas será Shia Le Boeuf quem vai viver o novo especulador em início de carreira que vai receber os conselhos da raposa Gordon Gekko.

Feito como uma dura crítica à era yuppie e à ganância dos especuladores da bolsa de valores mais importante do mundo, Wall Street acabou, para muitos, tornando-se um libelo ao capitalismo, à revelia de Oliver Stone. Filho de um corretor da bolsa ele próprio, Stone estudou economia em Yale, uma das universidades mais importantes dos Estados Unidos. No entanto abandonou a faculdade e se alistou no exécito, voltando como veterano do Vietnam.

Depois da guerra Oliver Stone se tornou um roteirista de sucesso e ganhou um Oscar pelo roteiro de O Expresso da Meia Noite. Fez o roteiro de Scarface e dirigiu dois dos melhores filmes dos anos 80: Platoon, sobre a guerra do Vietnam e Wall Street, ambos coroados com Oscars. É dele também Natural Born Killers, outra crítica mordaz à sociedade americana e Nascido em Quatro de Julho, que tem Tom Cruise no papel de um veterano do Vietnam preso numa cadeira de rodas. 

O coroado diretor, roteirista e produtor não esteve livre de fracassos como Alexandre, o épico que retrata o lendário rei da Alexandria como gay. Ou ainda W., uma biografia de George W. Bush que, apesar de um bom filme, foi lançado em um momento completamente errado, quando a figura do ex-presidente estava totalmente desgastada.

Na semana passada Oliver Stone foi ao Festival de Veneza lançar o documentário South Of The Border que, através de entrevistas com vários presidentes latino-americanos como Cristina Kirchner, Evo Morales, Lula e o controverso presidente venezuelano Hugo Chavez, pretende mostrar como a política da ALCA (Área de Livre Comércio das Américas) tem fracassado. O filme de Oliver Stone tem ainda a intenção de mostrar Hugo Chavez como um político "normal", a despeito da demonização da mídia norte-americana. Tarefa difícil que só Oliver Stone pode tentar cumprir, tão difícil quando a biografia do traficante Pablo Escobar, que ele está produzindo.

Entre controvérsias, grandes equívocos e lendários acertos Oliver Stone é uma das cabeças pensantes mais importantes do cinema americano de todos os tempos e a seqüência de Wall Street, que começa a ser rodado ainda este ano promete, trazendo Michael Douglas ao papel que lhe deu o Oscar em 1987. O filme tem ainda no elenco Susan Sarandon, Josh Brolin, Frank Langella e os já citados Shia LeBoeuf e Charlie Sheen.

Veja abaixo o trailer de Wall Street (1987) e também um trailer do documentário South Of The Border, que foi exibido no Festival de Veneza e ainda não tem distribuição garantida nos Estados Unidos.

{youtube}FCctqbRrsBQ{/youtube}

{youtube}Hwhau48LUAA{/youtube}

 

 

Bitsmag