Anúncios

Pippa Bacca morre na Turquia

Bitsmag

pippa_bacca.jpg
Artista performática italiana fazia viagem para promover a paz no Oriente Médio 


A artista performática italiana Pippa Bacca, de 33 anos, morreu durante um projeto de performance, na Turquia, no final de março de 2008. O projeto, que se chamava Brides on Tour (Noivas em Turnê), tinha como premissa pedir a paz no Oriente Médio. A artista viajava por vários países pedindo carona e vestida de noiva. O turco Murat Karatas foi preso por assassinato e estupro da artista italiana.

Pippa Bacca e a companheira Silvia Moro faziam a viagem performática que deveria passar por vários países do Oriente Médio como Síria, Líbano e Israel. O projeto foi concebido com um ano de antecedência e tudo foi planejado de forma a exprimir a mensagem de paz. A viagem foi incorporada na performance para simbolizar as maneiras como as mentes viajam de encontro ao compromisso. Os vestidos de noiva evocariam o sentimento de esperança e a possibilidade de mudança que uma noiva sente no dia de seu casamento. E a maneira de viajar, de carona, incorpora a noção de confiança e fé. (continue lendo abaixo)

 

As artistas não tinham uma agenda a seguir e não tinham muitos recursos para sobreviver. Fariam muitos amigos em todos os lugares e seriam livres, no maior sentido da palavra. Quando chegaram a Istambul, Silvia e Pippa já tinham completado duas semanas de viagem e haviam passado pelos Balcãs. Depois da Turquia iriam para a Síria e o Líbano. O destino final era Israel onde elas fariam uma exibição de seus vestidos de noiva, marcados pela poeira da viagem.

O projeto tem um website e havia uma rede de amigos que elas fizeram através do Facebook e que ofereciam estadia para as artistas. Em Istambul as artistas se encontraram com galeristas e artistas locais.

Beral Madra, uma artista e curadora turca, ofereceu apoio e aconselhamento a Silvia e Pippa quando elas entraram na fase turca da viagem. Ela chamou a atenção das artistas dos perigos de um país onde mulheres sofrem violência diariamente. Ela aconselhou Silvia e Pippa a pegar carona somente na rodoviária e que deveriam apenas pegar essas caronas quando houvesse alguém por perto.

Conteúdo relacionado:

  1. Grand Hyatt Rio de Janeiro une conforto e informalidade
  2. Lady Gaga e Kendall Jenner estrelam desfile de Marc Jacobs
  3. Lady Gaga interpreta Donatella Versace em American Crime Story
  4. Seriado Good Girls Revolt mostra luta das mulheres nas redações americanas

Infelizmente Pippa não ouviu os conselhos e seguiu viagem sozinha, após uma temporada prazerosa em Istambul. Pegou uma carona numa cidade nos arredores da capital turca. Seu destino era Beirute, no Líbano. O homem que lhe deu carona, um caminhoneiro, a matou enquanto a estuprava. Pippa morreu estrangulada tentando mostrar que é possível o casamento de povos e raças.

Silvia Moro, parceira de Bacca no projeto, pensou em terminar a jornada. Ela acha que seria a vontade de Pippa.

Anúncios
Bitsmag