Na terra dos mortos, tropeçando na cauda do arco-íris

Bitsmag

capa

Takashi Murakami embarca no pop-surrealismo em mostra em cartaz na Gagosian

Não que o mestre pop japonês não estivesse conectado com o lowbrow e o pop surrealismo, mas a nova fase de Takashi Murakami, em exibição na galeria Gagosian em N.Iorque, é uma de muita psicodelia e sombras refletindo sobre o pavor e a religião.

In The Land if the Dead, Stepping on the Tail of a Rainbow mantém o espírito high/low de Murakami com inspiração nas tragédias que aconteceram no Japão nos últimos anos e a imaterialidade humana contraposta ao inatingível Nirvana das várias religiões e suas narrativas. O artista passeia por referências diversas como o Expressionismo Abstrato  e a iconografia budista e shinto, até a ficção científica e o mangá, sua marca registrada. Essa variedade, bem característica do lowbrow, traz o trabalho do japonês mais perto ainda da arte ocidental atual.

Bitsmag