Tudo sobre Kaws

kaws-aldrich.jpg

Retrospectiva no Aldrich Contemporary Art Museum de Connecticut reverencia o mais cultuado artista da toy art

Vai até o dia 2 de janeiro de 2011 a primeira exposição solo de Kaws num museu americano. No museu Aldrich Contemporary Art de Connecticut Brian Donelly, o conhecido Kaws da toy art e das apropriações de anúncios nas ruas de N.York, apresenta suas mais recentes pinturas, além de desenhos e esculturas, os venerados toys e outros objetos criados em parceria com grandes marcas como Marc Jacobs.

Kaws é hoje um dos artistas de toy art mais cultuados no mundo. Seus toys são lançados em edições limitadíssimas e esgotam em poucas horas. Alguns têm preços proibitivos, como o No Future Companion, criado em parceria com o japonês Hajuime Sorayama. Feito de metal e lançado em 2009, o robô arte foi vendido a preço inicial de mil dólares. Esgotado em poucas horas ele agora é comercializado a preços estratosféricos no mercado paralelo.

Nascido em Nova Jersey, Kaws mudou-se para Nova York no início dos anos 90 e estudou na Escola de Artes Visuals de Nova York (School of Visual Arts). Por toda essa década o artista deixou sua marca nos muros da cidade, mas o que ficou no imaginário popular foram as apropriações de anúncios, principalmente nos pontos de ônibus de Manhattan. Era nessas propagandas, fotos de Kate Moss e outros pôsteres, que Kaws deixava sua marca registrada: um coelho/caveira com olhos de cruz. Às vezes este coelho estava integrado a uma cobra que se emaranhava ao redor dos modelos dos anúncios. Quando esses pôsteres começaram a ser roubados das ruas de Nova York e se tornaram peças de colecionador, foi o momento dele partir para outras iniciativas. Então surgiram os toys, fabricados pela empresa japonesa Medicom, também responsável pelo Be@rbrick.

Em Tóquio, no distrito de Aoyama, fica a loja de Kaws, a OriginalFake, projetada pelo escritório de arquitetura Wonderwall, responsável também por outras marcas de street wear como a BAPE. A parceria entre Kaws e o escritório Wonderwall também rendeu um toy, lancado no final de 2009, também já esgotado. Na OriginalFake de Tóquio e na loja online, Kaws vende sua toy art além de camisetas e acessórios criados em parceria com marcas como Stussy e Marc Jacobs.

A exposição do Aldrich tem uma amostragem de praticamente tudo que Kaws já fez, com caráter de retrospectiva. Pinturas de acrílico, esculturas e toy art estão expostos ao lado dos objetos comercializados nas lojas OriginalFake. A exposição gerou um catálogo, escrito pela curadora Mónica Ramírez-Montagut, que será lançado em setembro e já está disponível para encomenda no site da Amazon.com

 

SaveSave

Deixe um comentário:

comments

Powered by Facebook Comments

%d blogueiros gostam disto: