Advertisements

R.E.M. lança em novembro remix comemorativo de 25 anos de Monster

Bitsmag

Pacote tem vinyl, CDs, livro e muito conteúdo em vídeo

O R.E.M. se aposentou em 2011 mas isso não quer dizer que os fãs ficam sem lançamentos e este é para fã nenhum botar defeito. Dia 1º de novembro é lançada a caixa comemorativa de 25 anos do álbum Monster.

A caixa contém 5 CDs e um DVD Blu-ray com o álbum original e um remix feito em 2019 produzido por Scott Litt, produtor do Monster em 1995. A caixa ainda trás um CD de demos nunca lançados anteriormente e um show ao vivo realizado em Chicago em 1995. O Blu-ray traz o álbum em hi-resolution e em 5.1 surround, além de muito conteúdo em vídeo: um Road Movie de 90 minutos que mostra um making off da turnê do R.E.M., além de seis videoclipes de Monster.

Os CDs e Blu-ray vem com um livro de fotos de arquivo e texto do jornalista Matthew Perpetua.

Para os aficcionados do vinyl tem ainda a versão de LP de 180 gramas com capa do designer Chris Bilheimer, que fez muitos trabalhos para o R.E.M.

O remix também estará em todas as plataformas de download e stream em versão de alta resolução.

Um remix do single What’s The Frequency, Kenneth? já está está disponível para stream e download mostrando uma faceta bem diferente do lançamento original de 25 anos atrás.

Quando Monster foi lançado em setembro de 1994 o R.E.M., fundado em 1980, estava numa encruzilhada entre o sucesso estrondoso no universo pop e seu passado de banda indie. O vocalista Michael Stipe, o baterista Bill Berry, o guitarrista Peter Buck e o baixista Mike Mills vinham do sucesso comercial estrondoso de Out of Time de 1991 e Automatic for the People de 1992. Em poucos anos a banda americana de Atlanta, Geórgia tinha se tornado uma das mais aclamadas do mundo graças aos hits Losing My Religion, Man on the Moon e Everybody Hurts. Fazia também seis anos que eles haviam feito uma turnê e portanto estavam bastante motivados para fazer outra.

Enquanto os dois lançamentos anteriores eram cheios de baladas e rock acústico, agora eles queriam algo que voltasse às suas origens de banda indie com um estilo mais sujo, mais garagem.

O R.E.M. nessa época ainda lidava com a contradição de uma banda indie e o status de celebridade que eles alcançaram.

Para encomendar a caixa de luxo Monster25 em CD ou vinyl clique aqui.

Ouça o remix de What’s the Frequency, Kenneth?

Advertisements
Bitsmag
michael-stipe.jpg

REM no Brasil

Bitsmag

Saiba tudo sobre os shows do R.E.M. no Rio, em S.Paulo e em Porto Alegre

Bitsmag