ArtRio se firma como evento internacional de artes plásticas


Oleg Dou

Feira carioca deve enfrentar desafio de informar público brasileiro sobre novos artistas estrangeiros

Cerca de 74 mil pessoas estiveram na feira ArtRio em sua segunda edição, de 12 a 16 de setembro de 2012. A experiência provou que as artes plásticas agora estão literalmente na boca do povo. Cento e vinte galerias, entre brasileiras e internacionais, participaram do evento que teve ainda a presença de grandes colecionadores como Ella Cisneros e o curador do MoMa, Jay Levinson.

Como em todo final de feira a boataria corre solta em torno dos números estratosféricos das obras de arte. Segundo rumores o quadro da dupla Os Gêmeos que estava exposto no espaço da Galeria Fortes Villaça foi vendido por 200 mil reais. No espaço da poderosa galeria americana Gagosian no último dia já não se viam os dois grandes Basquiat que estavam ali no dia da inauguração da feira. Richard Prince, Takashi Murakami e Andreas Gursky também foram vendidos, além de um Warhol. Todos estes são trabalhos que ficam no patamar inicial de 1 milhão de dólares.

As maiores reclamações ficam por conta das galerias estrangeiras que, em sua maioria, venderam bem menos que as brasileiras. A maioria dos colecionadores presentes deu preferência a artistas brasileiros e entre os estrangeiros só houve negócio com obras de grandes nomes da arte contemporânea, como os que estavam expostos nos espaços da Gagosian e da White Cube.

A organização da ArtRio já está se preparando para a terceira edição que acontece em 2013, de 5 a 8 de setembro, no mesmo lugar, o Píer Mauá. O evento carioca provou ser uma plataforma de cultura e entretenimento que conseguiu reunir os conhecedores de artes plásticas, entre eles artistas, críticos, galeristas e colecionadores, além do público em geral que apareceu para conferir o resultado de um poderoso plano de marketing que mobilizou a cidade por mais de um mês conectando instituições e galerias da cidade e fortalecendo o circuito artístico carioca.

Nas próximas edições a feira precisa ajustar questões de produção como a estrutura que é oferecida aos galeristas, bem como procurar informar o público melhor e com mais antecedência sobre as galerias internacionais que participam do evento e seus respectivos artistas.

O Bitsmag deixa a dica de um artista que esteve presente na ArtRio no espaço da galeria Senda de Barcelona. Oleg Dou, fotógrafo russo, é um nome em alta ascenção e sua primeira exposição individual está em cartaz este mês em Moscou. Com apenas 27 anos ele já ganhou vários prêmios e participou de inúmeras exposições coletivas na Europa e nos Estados Unidos. Oleg trabalha com fotografia na qual ele interfere com desenho a mão e com Photoshop. Sua visão é tão interessante e tem tamanha beleza plástica que um trabalho seu foi escolhido para a capa do último lançamento da Adobe, o Photoshop CS6.

Confira abaixo algumas imagens de Oleg Dou e um vídeo onde ele fala de seu processo criativo:

 

Deixe um comentário:

comments

Powered by Facebook Comments