Expoentes do pop surrealismo americano aportam em São Paulo em janeiro

Doze-Green-1.jpg

Americana reúne trabalhos de Tara McPherson, Jim Houser, Doze Green e Adam Wallacavage 

taramcpherson.jpg 

Americana reúne trabalhos de Tara McPherson, Jim Houser, Doze Green e Adam Wallacavage 

Em janeiro a galeria paulistana Choque Cultural promove a segunda empreitada da parceria com a galeria norte-americana Jonathan Levine. No dia 17 de janeiro estréia a exposição Americana que traz ao Brasil quatro componentes do pop surrealismo. Tara McPherson, que também estará no Rio de Janeiro no final de janeiro, além de Jim Houser, Doze Green e Adam Wallacavage, mostram pinturas e ilustrações na galeria de Pinheiros, referência no que há de mais novo nas artes plásticas mundiais.

Tara McPherson tem o background de programadora de flyers e posters de bandas de rock, com um estilo limpo e sem excessos e um pé no surrealismo. Doze Green tem mais a ver com o hip hop e pertenceu ao grupo que grafitava trens em N.York nos anos 70 e 80. Jim Houser é skatista e costuma ultrapassar os limites da tela e do papel com sua pintura. Adam Wallacavage faz objetos e sua marca registrada são os lustres feitos de um tipo de gesso sintético chamado drystone, recoberto de pó iridescente e resinado para poderem ser usados como lustres elétricos.

Veja fotos das obras dos artistas que estarão expondo na Choque Cultural em janeiro:

{gallery}artes/choque_americana{/gallery}
 

Deixe um comentário:

comments

Powered by Facebook Comments

%d blogueiros gostam disto: