Fundador do WikiLeaks ganha asilo político

Julian Assange e Rafael Correa

Saiba porque Julian Assange está sendo processado na Suécia e porque escolheu o Equador para pedir asilo político

assange-correa

Saiba porque Julian Assange está sendo processado na Suécia e porque escolheu o Equador para pedir asilo político

O presidente do Equador Rafael Correa aceitou esta semana conceder asilo político a Julian Assange, fundador do site WikiLeaks. O perseguido hacker figura entre os maiores inimigos dos Estados Unidos e está escondido na embaixada do Equador em Londres desde 19 de junho quando foi negada sua última apelação à Suprema Corte do Reino Unido. O fundador do revolucionário site de internet, que desde 2006 vem publicando documentos secretos de governos e corporações ao redor do mundo, tem uma ordem de extradição para a Suécia onde é processado por alegações de abuso sexual de duas mulheres com quem ele se relacionou, voluntárias do Wikileaks.

Com advogados em seu país de origem, a Austrália, na Suécia, no Reino Unido e nos Estados Unidos, chefiados pelo jurista espanhol Baltasar Garzón, responsável pela prisão em Londres do ex-presidente do Chile Augusto Pinochet, Julian Assange teme ser extraditado pois acredita que o caso de abuso sexual seja apenas um subterfúgio para detê-lo enquanto os Estados Unidos arquitetam uma maneira de levá-lo para solo americano onde ele seria processado por espionagem. O temor é de que nos Estados Unidos ele não possa se defender propriamente e terá um julgamento injusto, se chegar a um julgamento. Manifestantes fazem vigília neste momento em frente à embaixada do Equador em Londres (veja imagens ao vivo)

Alguns dos maiores escândalos deflagrados pelo site WikiLeaks são as publicações de documentos secretos de embaixadas americanas sobre as guerras do Afeganistão e do Iraque. É possível que os Estados Unidos já tenham secretamente indiciado Julian Assange pelo crime de espionagem, acreditam apoiadores do WikiLeaks.

Mesmo Rafael Correa tendo concedido asilo político a Julian Assange sua situação é bem complicada pois ele pode ser preso pela polícia britânica no caminho entre a embaixada equatoriana em Londres e o aeroporto.

Abaixo você vê uma boa reportagem do canal australiano ABC mostrando de que maneira Julian Assange foi envolvido na Suécia em acusação de abuso sexual e como ele conseguiu documentos da embaixada americana em Reykjavík, na Islândia.

Mais abaixo você vê a entrevista que Julian Assange fez em maio deste ano com Rafael Correa e que mostra porque o hacker/blogueiro escolheu o Equador para pedir asilo político.

Link para programa feito pela imprensa australiana na Suécia e que mostra com detalhes o caso onde Julian Assange é acusado de abuso sexual.

Deixe um comentário:

comments

Powered by Facebook Comments

%d blogueiros gostam disto: