Selton Mello brilha em Meu Nome não é Johnny

Bitsmag

selton-identificado.gif  

Filme conta a história verídica de traficante carioca (veja resenha e trailer)

nomejohnny_selton-drogas.gif

Estréia esta sexta nos cinemas o filme que mostra a outra moeda da polêmica colocada por Tropa de Elite. Meu Nome não é Johnny, baseado em livro homônimo do jornalista Guilherme Fiuza, conta a história verídica de João Guilherme Estrella, que foi traficante de drogas nos anos 80 e 90 no Rio de Janeiro e era conhecido por vender a cocaína mais pura da cidade.

Estrella foi criado na zona sul, filho de um diretor do extinto Banco Nacional e era figurinha fácil da noite carioca. De usuário acabou se tornando traficante, principalmente por conta de sua enorme popularidade e agenda cheia de contatos. O que parecia ser brincadeira de amigos acabou virando um negócio perigoso que acabou levando o festeiro João Estrella às profundezas do inferno, quando foi preso e condenado a viver por anos num manicômio judiciário.

O filme traz o carismático Selton Mello no papel de João Estrella. Em coletiva de imprensa realizada em dezembro no Rio Selton Mello falou dos momentos de improvisação nas filmagens, como na fortíssima cena do julgamento. João Estrella também esteve na coletiva e falou das emoções que sentiu ao acompanhar as filmagens e reviver momentos terríveis de sua vida. Hoje, totalmente recuperado, João Estrella é produtor musical e planeja gravar um CD. Ele é contra a legalização das drogas no Brasil pois acha que o país não está preparado para isso, já que se eliminaria uma forma de renda de pessoas carentes o que aumentaria terrivelmente a violência nas cidades.

Meu Nome não é Johnny é ágil e tem ótimas atuações de Selton Mello, Cléo Pires e Flávio Bauraqui, entre outros. Confira o trailer:

{youtube}0uFXVu3lV_c{/youtube}

Bitsmag