James Franco apropria fotos de Cindy Sherman

1398160239146.cached

Exposição solo do ator fica em cartaz na Pace Gallery de N.York até 3 de maio

James Franco, ele mesmo, o ator, diretor, artista plástico, acadêmico e cômico, acaba de estrear sua mais recente exposição solo em N.York. A galeria é simplesmente a prestigiosa Pace, que representa entre outros Picasso, Mark Rothko, Alexander Calder, Willem de Kooning e Jean Dubuffet, além de alguns dos contemporâneos mais aclamados da atualidade como James Turrell, Yoshitomo Nara e o nosso Vik Muniz. A exposição de James Franco é um estudo e uma homenagem ao trabalho da fotógrafa norte-americana Cindy Sherman na série de fotos Untitled Film Stills.

O ator ficou conhecido interpretando James Dean num especial da TNT no início dos anos 00 e hoje é um dos mais requisitados em Hollywood, tendo sido indicado ao Oscar em 2011 por 127 Horas. Não é de hoje que Franco vem flertado com o mundo das artes plásticas, além de produzir alguns curtas experimentais como Caput, dirigido por Harmony Korine, de Spring Breakers.

Em 2009 a novela americana General Hospital escalou Franco no papel de um personagem com o mesmo nome, um artista multimídia. Franco não só atuou na novela, um gênero televisivo visto com desdém pela classe artística, como fez um documentário sobre sua participação que foi exibido no MOCA, o Museu de Arte Contemporânea de Los Angeles, na época dirigido pelo inovador curador nova-iorquino Jeffrey Deitch. Toda a ação gerou muita imprensa para a novela e para o ator que passou a ser visto como um visionário (ou uma fraude para muitos).

Franco continuou sua incursões no mundo das artes plásticas com instalações e filmes, até esta exposição na Pace de N.York, que não está sendo bem recebida pela imprensa americana. Desta vez Franco produziu fotos de apropriação e/ou homenagem a uma das mais importantes fotógrafas norte americanas da atualidade onde o ator, vestido de mulher, mas mantendo barba e pernas peludas, reproduz algumas das mais importantes imagens da carreira de Cindy Sherman.

A apropriação, no entanto, não parece ser uma homenagem e sim uma piada de mau gosto. A própria Cindy, quando indagada sobre a exposição de Franco, disse que se sente lisonjeada mas também surpresa pela galeria Pace mostrar essas fotos pois na verdade não sabe se elas podem ser consideradas arte.

Deixe um comentário:

comments

Powered by Facebook Comments

%d blogueiros gostam disto: