Michelle Obama promete como ícone fashion americano

Bitsmag

Michelle Obama – próxima primeira-dama americana deve reviver os bons tempos de Jackie Kennedy na Casa Branca

michelle-obama.jpg

Próxima primeira-dama americana deve reviver os bons tempos de Jackie Kennedy na Casa Branca

Já faz muito tempo que uma primeira dama americana se saía bem como ícone fashion. Sem dúvida a última foi Jacqueline Kennedy, no início dos anos 60, época de Audrey Hepburn como garota propaganda da Givenchy e da moda contida do início dos anos 60, que se baseava principalmente nos preceitos da moda francesa. Depois de Jackie os Estados Unidos não tiveram mais uma primeira dama que fizesse juz ao cargo no quesito moda. Na verdade muitas delas acabaram como exemplo do mau gosto norte-americano, vide Nancy Reagan ou Hillary Clinton com seus terninhos abomináveis.

Michelle Obama promete como novo ícone do bom gosto clean e saudável norte-americano que garantiu a designers como Halston, Ralph Lauren, Calvin Klein e, recentemente, Tom Ford e Marc Jacobs, um lugar de destaque na história da moda mundial. Não foi à toa que ela foi escolhida uma das mulheres mais bem vestidas do mundo este ano pela revista Vanity Fair, ao lado da primeira-dama francesa, a ex-modelo Carla Bruni, e da noiva do príncipe William, Kate Middleton. A simplicidade e praticidade do signo de capricórnio, por coincidência, é o único ponto em comum no estilo dessas senhoras que, cada uma a seu modo, mostra ao mundo a nova cara da moda.

Durante toda a campanha de Barack Obama o guarda-roupa de Michelle foi cuidadosamente analisado por editores de moda no mundo todo. Michelle confirma o estilo americano clássico, sem grandes firulas, sem utilização de muitos acessórios ou de muita maquiagem. O corpo atlético de jogadora de basquete ajuda bastante: Michelle é alta e magra, sem ser esquelética.

Michelle mostrou também que bom gosto não tem nada a ver com a escolha de grandes marcas. Os estilistas que ela escolhe para vestir não são de primeira grandeza e ela admitiu também fazer uso de fast fashion de designers desconhecidos de lojas como J.Crew e H&M.

A questão da moda foi altamente analisada nesta campanha americana, provavelmente mais que qualquer outra campanha anterior. Sarah Palin foi altamanete copiada por usar os óculos Tag Hauer de titânio (e só isso…) e Hillary Clinton execrada por seus terninhos e seu cabelo. Michelle Obama mostrou naturalidade ao se vestir como a top advogada que ela é, independente, prática, moderna e, ao mesmo tempo, antenada com os movimentos mais contemporâneos da moda numa época de contenção econômica.

Muito ainda está por vir, a passagem da primeira família negra pela Casa Branca ainda vai dar muito o que falar. Mas é certo que um dos acertos deste movimento é o estilo classudo da nova primeira-dama que demonstra bem o que será esta temporada histórica.

Veja alguns dos modelos de Michelle Obama durante a campanha de Barack:

{gallery}michelleobama{/gallery}

 

 

 

 

 

Bitsmag