Jogo da Imitação fala de personagem histórico preterido por sua orientação sexual

Bitsmag

_TIG2664.NEF

Indicado ao Oscar filme tem Benedict Cumberbatch e Keira Knightley no elenco

Aos poucos o mundo vai tomando conhecimento de personalidades que foram importantíssimas mas infelizmente foram relegadas ao ostracismo por conta de preconceitos e ideias retrógradas. Foi o caso do matemático britânico Alan Turing, responsável pela quebra da criptografia usada pelo exército alemão em suas mensagens internas durante a Segunda Guerra. Turing também é creditado como um dos inventores do computador.

O Jogo da Imitação, um dos filmes que concorre ao Oscar 2015 em várias categorias, incluindo melhor filme e melhor ator principal, conta a história de Alan Turing, vivido por Benedict Cumberbatch. Keira Knightley também está no elenco e concorre ao Oscar como atriz coadjuvante no drama onde a maioria da ação se passa durante a Segunda Guerra Mundial quando Turing e sua equipe tentavam quebrar a criptografia dos alemães e descobrir quais seriam os próximos passos dos nazistas.

Apesar de sua heróica atuação durante a guerra o matemático foi ignorado e segregado por sua condição de homossexual. Turing acabou sendo processado e condenado por sua orientação sexual e obrigado a tomar injeções de hormônio para evitar a prisão.

Alan Turing inventou a técnica eletromecânica que permitiu a quebra de cerca de 3 mil mensagens de códigos secretos gerados pela máquina alemã Enigma, possibilitou o fim da Segunda Guerra Mundial e deu os primeiros fundamentos para a criação do computador.

O filme, imperdível, é um dos favoritos ao Oscar 2015 e concorre a oito estatuetas: Melhor Filme, Melhor Direção (Morten Tyldum), Melhor Ator (Benedict Cumberbatch), Melhor Atriz Coadjuvante (Keira Knightley), Melhor Roteiro Adaptado (Graham Moore), Melhor Trilha Sonora (Alexandre Desplat), Melhor Edição (William Goldenberg) e Melhor Design de Produção (Maria Djurkovic, Tatiana Macdonald).

Bitsmag