Qantas quer combater o jet-lag no vôo mais longo da aviação

Bitsmag

Qantas quer combater o jet-lag no vôo mais longo da aviaçãoCompanhia australiana adaptou cardápio e ambientação dos aviões

Alguns dos vôos sem escala mais longos da aviação comercial são aqueles entre a Austrália e o Reino Unido. O vôo entre a cidade de Perth e Londres leva 17 horas sem escala e é operado pela Qantas Airlines.

Para oferecer mais conforto aos passageiros que se aventuram nessa rota a companhia está oferecendo a seus clientes algumas iniciativas com a intenção de amenizar o terrível jet-lag. Cientistas do Centro Charles Perkins da Universidade de Sydney e a Qantas criaram serviços como um menu especial totalmente criado para trabalhar o ritmo circadiário que vem a ser o relógio biológico do sono. Os pratos deste menu especial da Qantas são ricos em ingredientes que ajudam no sono e na digestão e melhoram o estresse relacionado a viagens de longa distância.

A comida não parece ser ruim: shots de suco probióticos prensado, chá de ervas com limão, verbena e camomila e alimentos hidratados como vegetais, pepino, morangos e aipo. Refeições leves como poke de atum e a indefectível Kombucha. Chocolate quente, que contém o aminoácido triptofano.

Leia mais...

A companhia também ajustou os horários das refeições, servindo alimentos mais apimentados de manhã e bebidas com o triptofano de noite.

Além da questão das refeições a companhia também interferiu na ambientação dos aviões. Os vôos dessa rota apresentam luzes em seu interior que imitam o amanhecer e o crepúsculo.

A empreitada já começa no aeroporto de Perth, com um lounge oferecendo serviços como aulas de alongamento e meditação e suites com chuveiro e terapia de luz.

Qantas quer combater o jet-lag no vôo mais longo da aviação

Bitsmag