Morre Anthony Bourdain

Bitsmag
Morre Anthony Bourdain
Anthony Bourdain conversou com Barack Obama no 1º episódio da 8a temporada de Parts Unknown da CNN

Saiba mais sobre a carreira do chefe de cozinha, escritor e produtor de TV e veja seus programas

Anthony Bourdain foi minha maior inspiração na virada de conteúdo que eu fiz no Bitsmag a partir de 2008. O jeito simpático, descontraído e meio punk dele apresentar seu programa, sempre pesquisando e trazendo para o público o lado humano da culinária e do turismo, fez dele um ídolo e uma grande inspiração para chefes de cozinha, escritores e produtores de documentários sobre viagem e gastronomia. 

Anthony Bourdain morreu em Estrasburgo, na França, de enforcamento auto-infligido e foi encontrado pelo grande amigo Eric Ripert, chefe de cozinha do restaurante Le Bernardin de N.York, na manhã de sexta, 8 de junho de 2018. Eles gravavam nessa região da Alsácia mais um episódio de Anthony Bourdain: Parts Unknown, seriado da CNN, agora em sua 11a temporada. 

Não é fácil lidar com notícia de morte de um grande ídolo como foi Anthony Bourdain, principalmente quando se fala em suicídio. Como pode se matar, de repente, um homem que estava no auge do sucesso? 

Esta semana foi exibido na CNN, no exterior e não no Brasil, o mais recente episódio de sua premiada série, realizado em Hong Kong. Dirigido pela então namorada de Bourdain, a atriz italiana Asia Argento, com direção de fotografia do australiano Chris Doyle, o episódio foi dos mais apreciados pelo próprio Bourdain que escreveu sobre ele para o site Hollywood Reporter. 

Anthony Bourdain: Parts Unknown, quando estreou em 2013, era exibido na CNN do Brasil, mas hoje não mais. Desde sua estreia o programa vem ganhando prêmios da TV americana, como o Emmy e chegou a ganhar o Peabody, de grande prestígio. 

Bourdain  tinha 61 anos. Foi chefe de cozinha por muitos tempo, não um excepcional chefe de cozinha, mas razoável, segundo ele próprio. Em 1999 enviou uma matéria para a New Yorker. A revista gostou e publicou seu relato sobre as entranhas do mundo dos restaurantes em N.York. Foi a grande virada em sua carreira e ele passou a atuar como escritor e, logo depois, como produtor e apresentador de TV.

O livro Cozinha Confidencial foi o grande marco de sua carreira. Traduzido em várias línguas, foi o primeiro de vários e inclusive inspirou um seriado de ficção com o mesmo nome, exibido nos Estados Unidos em 2005, com Bradley Cooper no papel do personagem inspirado em Anthony Bourdain. 

Por muitos anos o belo chefe de cozinha de jeito punk e conhecimento literário foi produtor e apresentador de diversos seriados jornalísticos, alguns deles exibidos no Brasil, sempre com muita defasagem das estreias no exterior. Na Netflix existem hoje apenas dois títulos produzidos por Bourdain disponíveis no Brasil: The Mind of a Chef e Jeremiah Tower: The Last Magnificent. Os canais a cabo Discovery costumam passar antigos (muito antigos e defasados) episódios de Anthony Bourdain: No Reservations, Parts Unknown e The Layover.

De 2013 a 2015 Bourdain foi produtor executivo e um dos apresentadores do reality show The Taste nos Estados Unidos, programa que teve Nigella Lawson como uma das juízas, além de outros chefes de cozinha como Ludo Lefebvre e Marcus Samuelsson. O programa era produzido pelo canal ABC e aqui no Brasil temos uma versão, no momento em sua quarta temporada, produzido e exibido pelo canal GNT com Claude Troigros, Felipe Bronze, André Mifano e Helena Rizzo. 

O apresentador estava envolvido em um projeto grandioso de um mercado gastronômico em N.York, o Bourdain Market, que seria construído, a princípio, no Pier 57, em Manhattan. No início deste ano surgiram notícias de que o projeto não estava sendo levado adiante, pelo menos não naquele local. O mercado levaria a N.York muitos vendedores de comida de várias partes do mundo. Teriam seus estandes num espaço definido por Anthony Bourdain como uma cena do filme Blade Runner. A dificuldade de conseguir vistos para estes vendedores é uma das explicações para o congelamento temporário do projeto, além da saída do principal CEO da empreitada, Stephen Werther. 

Na internet Anthony Bourdain pode ser visto na websérie Raw Craft que tem seu próprio canal no YouTube. Patrocinado pelo whisky The Balvenie, o seriado mostra em cada episódio um profissional artesão, não somente chefes de cozinha. O seriado já está em sua segunda temporada e pode ser visto gratuitamente.  

Bourdain estava envolvido em diversos outros projetos, como documentários na própria CNN. Ele é um dos produtores executivos da série Christiane Amanpour: Sex and Love Around The World. 

A morte de Anthony Bourdain é uma perda irreparável para as indústrias do turismo, da gastronomia e da produção de documentários e uma dor incrível para seus milhares de admiradores e fãs.

Se você, ou alguém que você conhece, precisa de ajuda ligue para o CVV (Centro de Valorização da Vida) pelo número 188.

Conteúdo relacionado