American Airlines – fuja dessa companhia aérea!!!!

Bitsmag
american-1
American Airlines – Fuja!

Passageira passa mal com refeição comprada na aeronave e é enxotada do vôo

[wysija_form id=”2″]

Como uma companhia aérea pode estragar completamente uma viagem? Escolha entre American Airlines ou Aerolineas Argentinas (mal de AA?). Eu não sei o que pode ser pior, mas no momento realmente estou sentindo na pele o que é o pesadelo de viajar pela American Airlines. Começa pelo preço exorbitante por uma passagem de classe econômica cujos assentos são ridiculamente apertados, não reclinam e a equipe de comissários é sempre rude, blasé e grosseira. Mas hoje a própria American Airlines se superou…

Eu, meu filho Pietro e sua namorada Natalia embarcamos em Los Angeles rumo a Miami e de Miami iríamos viajar até o Rio de Janeiro. O vôo marcava o fim de uma viagem maravilhosa que fizemos pelos Estados Unidos e México. No roteiro N.York, São Francisco, Monterey, Câmbria, Los Angeles e Los Cabos (México). Esta é a segunda cobertura de viagem do Bitsmag, com matérias sobre alguns dos melhores hotéis das Americas como Mandarin Oriental em N.York e em São Francisco, The Greenwich Hotel e The Surrey, também em N.York, Las Ventanas al Paraíso em Los Cabos e Oceanna em Los Angeles.

Fizemos um vôo tranquilo de Los Angeles para Miami, apesar do aperto que foi atenuado pela telinha de entretenimento com variada programação de filmes e seriados de TV no único vôo dessa viagem onde tivemos o direito a esse “luxo”,  presente em qualquer vôo da Avianca, por exemplo, incluindo a ponte aérea Rio/São Paulo. Mas na American não… Foi realmente como ganhar na loteria termos a sorte de pegar um avião com a tela individual de entretenimento. Uma passagem de cerca de 5 mil reais e viajamos em quase todos os trechos nessas poltronas DESUMANAS e sem direito a assistir um filme, a não ser através uma longínqua telinha de 10 polegadas e com a ajuda de um binóculo…

Mas lá estávamos nós, prontos para voltar ao Brasil partindo de Miami, onde tentamos pegar a conexão depois de um vôo de quatro horas. Entramos no avião, nos acomodamos nas poltronas horrorosas e Natalia passou mal e vomitou. O que deveria ter sido motivo para a tripulação nos tratar com a maior gentileza possível, mandando um médico para examiná-la, virou um circo de horrores. FOMOS ENXOTADOS DA AERONAVE!!!! Um senhor que supera todas as expectativas de grosseria e mesmo de humanidade nos participou aos gritos que nós devíamos sair do avião. Esse mesmo senhor, chefe da tripulação (imaginem seus subordinados…) inclusive se recusou a dizer seu nome. Nenhum médico veio examinar Natalia para dar um parecer e ainda tivemos que ouvir barbaridades como “vocês terão de sair do avião, peguem suas coisas e não adianta chorar nem implorar”, sendo que nós nem tínhamos falado nada, inclusive por nosso estado de surpresa diante da situação.

E teve mais… O comissário que limpou o vômito trouxe um refrigerante, uma água tônica, e deu para meu filho para que ele ajudasse a limpar… O que? Sim, isso mesmo, do nada esse homem traz uma água tônica e eu pensei que pudesse ser para Natalia, mas não, ele deu o refrigerante para meu filho E MANDOU QUE ELE O AJUDASSE A LIMPAR!!!!!!!!!!! E quando Pietro pediu ajuda ao tal chefe de tripulação anônimo este respondeu assim: “você é louco de me dar algo que passou pela mão dessa menina?” Eu não estou brincando, eu tive de presenciar isso e ficar calada, pois tive medo que ele se exaltasse ainda mais e mandasse nos prender!!!!!!

Quer dizer então que uma pessoa, uma passageira de um avião, passa mal com comida comprada num vôo da companhia e ainda tem de ouvir gritos de tripulação que está com nojo de vômito?

EM NENHUM MOMENTO ESSE HOMEM, O CHEFE DA TRIPULAÇÃO DO VÔO 905, MOSTROU PREOCUPAÇÃO COM O ESTADO DE SAÚDE DA PASSAGEIRA. Sua preocupação era nos enxotar o mais rápido possível do avião. Porque tanta pressa em remover passageiros de um avião? Seria porque o vôo estava com “overbooking” e durante o embarque funcionárias da American Airlines anunciavam pelo alto-falante que a companhia estava oferecendo mil dólares para quem quisesse desistir do vôo porque eles venderam mais passagens do que podiam? Em meados de janeiro, antes de embarcar, eu já tinha percebido que o vôo estava super cheio, tanto que eu não estava conseguindo marcar assento, assento esse que eu não utilizei, apesar de ter pago cerca de 5 mil reais pela passagem…

Bem, e agora? Agora estamos num hotel horroroso perto do aeroporto de Miami e nossas malas também foram retiradas do avião, o que atrasou o vôo em mais de uma hora e meia. E pensar que tudo isto está acontecendo por uma fatídica SALADA COMPRADA NO VÔO DA PRÓPRIA AMERICAN AIRLINES NO TRECHO LOS ANGELES/MIAMI… COMPRADA!!!!!!!

E teve mais!!! Depois que fomos enxotados do avião eu pedi às funcionárias em terra que me revelassem a identidade do tal chefe de tripulação do vôo 905 do dia 16 de fevereiro de 2013 e todas se recusaram. Logo depois ele apareceu de novo e me ameaçou dizendo que chamaria a segurança, coisa que ele não fez, inclusive porque estava muito exaltado e foi escoltado para longe de mim por outro funcionário da companhia. Me tratou como se fosse um insulto eu perguntar seu nome e ainda ameaçou chamar a polícia. Eu respondi a ele que ele deveria chamar a polícia sim mas na verdade eu é que deveria chamar a polícia, não ele…

Eu diria que esta é a pior experiência que já tive num vôo, ou melhor, estou tendo, pois este pesadelo ainda não acabou, continuamos aqui nos Estados Unidos, em uma cidade que não estava no nosso roteiro e num hotel bem ruinzinho perto do aeroporto.

Pretendo processar a American Airlines e gostaria que vocês nos apoiassem. A melhor maneira é contar aqui sua experiência ruim nessa companhia aérea. American Airlines: fuja! Evite!

Bitsmag