Monica Vitti – musa fetiche de Antonioni

Bitsmag

thumb_vittiavventura

Monica Vitti – atriz italiana foi a grande musa dos filmes de Antonioni

vittiavventura

Com a morte recente do diretor de cinema italiano Michelangelo Antonioni, o nome de Monica Vitti vem à tona, na esteira das mostras em homenagem ao diretor. A atriz, que ainda vive mas hoje está afastada do cinema, é um dos maiores nomes do cinema italiano de todos os tempos. Um de seus melhores papéis é justamente em um dos filmes de Antonioni, A Aventura, primeiro filme da trilogia da incomunicabilidade, que são os filmes mais existencialistas do diretor. Com uma estética lenta e oblíqua, típica da época e que teve ecos no Brasil, como Os Cafajestes, de Rui Guerra, os filmes dessa fase de Antonioni falam de tédio, beleza e ética (ou a falta desta).

Monica Vitti, com sua beleza única e seu estilo inconfundível, é um ícone da época e só não teve um reconhecimento maior a nível internacional porque sua única incursão em Hollywood, o thriller Modesty Blaise, não foi bem nas bilheterias. Na Itália a atriz também foi um grande nome da comédia, com vários trabalhos realizados ao lado do comediante Alberto Sordi. 

Por vários motivos: grande atriz, beleza, estilo e charme, Monica Vitti deve ser vista e revista nos vários DVDs de filmes dos anos 60 e 70 que existem no mercado. Não perca! 

Bitsmag