Kinky Boots – Fábrica de Sonhos

Bitsmag

kinkyboots.jpg

“Desperate times call for desperate measures.” A frase clássica se aplica ao argumento de Kinky Boots – Fábrica de Sonhos, disponível no portal de streaming Netflix. O filme britânico é baseado na história verdadeira de um fabricante de sapatos de uma tradicional marca inglesa que, em vista de uma possível falência, resolve diversificar seus produtos elegendo um novo nicho de mercado.

A coisa não acontece assim tão naturalmente como pode parecer a qualquer profissional de marketing. O jovem Charles Price herda a fábrica  de seu pai bem antes do que ele poderia imaginar, sendo que na verdade ele não pensava em continuar o negócio da família. O que ele também não poderia imaginar é que a empresa está em sérias dificuldades financeiras devido à grande concorrência com os produtos importados mais baratos. (continue lendo abaixo)

Um encontro inesperado com a drag-queen Lola traz uma luz no fim do túnel do quase falido Charles. Da decisão de diversificar à preparação do primeiro desfile da linha em Milão, o filme mostra a dificuldade de se trabalhar com produtos para gays, principalmente se o fabricante fica numa cidade monótona do interior da Inglaterra. O filme é divertido, com ótimo roteiro, tiradas engraçadas e boa atuação de Chiwetel Ejiofor (Lola) e Joel Edgerton (Charles). Bom lembrar que anos depois das filmagens de Kinky Boots – Fábrica de Sonhos, Chiewetel Eijofor foi indicado ao Oscar por 12 Anos de Escravidão.

Steve Pateman é o personagem real em quem Charles Price foi baseado. A história dele foi contada em documentário da BBC, em 1999. O filme Kinky Boots – Fábrica de Sonhos também inspirou a peça da Broadway de mesmo nome, um dos musicais de maior sucesso atualmente em N.York.

Bitsmag