Globo de Ouro 2007: os melhores do tapete vermelho

Bitsmag

thumb_01m

Eva Longoria, Chlöe Sevigny, Cameron Diaz: quem estava melhor na festa do Globo de Ouro?

01mA festa do Globo de Ouro este ano teve quase todas as divas do tapete vermelho, faltando somente Halle Berry, Nicole Kidman e Charlize Theron. A noite foi dominada por modelos em preto, branco e dourado. Julgar quem é melhor ou pior chega a ser injusto, pois tudo depende do estilo pessoal de cada um. Eu tento julgar a moda das atrizes pensando no tipo físico e na personalidade delas e não nas minhas próprias caracteristicas. Por isso eu realmente acabo achando alguns modelos corretos, sendo que os mesmos são escorraçados principalmente pelos jornalistas americanos que na maioria das vezes esperam ver as atrizes de tubinhos sóbrios e certinhos, sem nenhum toque de singularidade ou humor.

Dito isto vamos aos acertos da noite. Na minha opinião Chlöe Sevigny foi a melhor, de Yves Saint Laurent. Foi uma das únicas a usar estampado, mas o vestido realmente ficou muito bem nela, que é sofisticada e descolada ao mesmo tempo. Jóias Bulgari realmente não podiam faltar… Felicity Huffman, que ganhou o Globo de Ouro por seu papel como um travesti no ano passado, é uma das Desperate Housewives. Com um Elie Saab verde escuríssimo e com detalhes em preto ela arrasou. Jennifer Lopez, ela que já errou tanto, estava irrepreensível, o glamour em pessoa, da roupa, às jóias, ao cabelo e até mesmo a maneira de posar para fotos. Jennifer vestiu Marchesa. Sienna Miller, hoje referência de moda em Hollywood, estava de Marchesa também mas errou no cabelo, o que muitas vezes estraga a roupa. Ela usou branco com detalhes em prata, assim como Jennifer Garner, num belíssimo Gaultier. Outras de branco: Kate Winslet, de Azzaro, Heidi Klum, Teri Hatcher e muitas outras, menos famosas.

Eva Longoria vestiu Ungaro e foi uma das mais bem vestidas no Globo de Ouro 

Cate Blanchet, que na minha opinião nunca erra, desta vez errou no cabelo, solto e despretencioso demais, o que acabou prejudicando o vestido lindíssimo, de Alexander McQueen, com muita renda preta, o que pedia um penteado mais elaborado. Na minha opinião Courtney Cox Arquette estava com uma das melhores produções da noite e infelizmente não consegui descobrir qual o designer (quem souber por favor me fala). Reese Whitherspoon é uma das provas de que o cabelo pode ajudar muito uma produção. Ela está de franja e deixou o cabelo solto, muito bem arrumado, o que combinou com a nova fase dela, um pouco mais magra e apostando no vestido colado no corpo, uma silhueta mais sexy. Reese foi de Nina Ricci por Olivier Theyskens. O vestido de Reese, amarelo (ou dourado), não é pra qualquer uma. Eu na verdade odeio amarelo e não uso nem que me paguem, mas nela ficou perfeito.

Elie Saab, que sempre veste Halle Berry, uma campeã de tapete vermelho, foi escolhido por Sheryl Crow, que vestiu um tomara-que-caia cor de beringela (ou seja, roxo…), que eu considerei um dos três melhores da noite. Beyonce também foi de Elie Saab, um dourado completamente glamour, mas acho que ela errou na mão. Foi muito brilho pra uma noite que na verdade é mais informal que o Oscar e muitas chegam a usar vestidos curtos. Para falar com Beyonce tinha de colocar óculos escuros, já que ela ofuscava demais. Maggie Gyllenhaal também vestiu Yves Saint Laurent, como Chlöe Sevigny, um preto, e se saiu muito bem. Já Penelope Cruz foi de Chanel preto, feito por “seu amigo Karl Lagerfeld” como ela quis frisar para o repórter da E!, mas ficou preto demais, renda demais e o cabelo também não combinou com a roupa. Penelope estava mais pra dançarina de flamenco, o que até tem a ver muito com ela, que é espanhola e musa de Almodovar. Mas eu achei over…

Cameron Diaz foi o terror da noite, de Valentino, com uma profusão de babados em camadas, tudo branco com um laço preto no meio e aquele cabelo preto graúna que não combina com ela de jeito nenhum, piorado por um penteado mal acabado, meio preso, meio solto. Valentino aliás, um tempo atrás, andou dizendo por aí que Cameron Diaz e Julia Roberts se vestem como mendigas. E dá um vexame desses produzindo Cameron que teve humildade suficiente de usar um vestido do designer que tinha falado mal dela? Pena, ela acabou destoando do ex-namorado Justin Timberlake que foi um dos melhores da noite entre os homens, vestindo Yves Saint Laurent, ao lado de Zach Braff, que usou um terno “daquela dupla de novos designers”, Dolcce&Gabbana. Os rapazes que se sobressairam foram os que usaram gravata normal e não a tediosa borboleta. Como já disse, o Globo de Ouro é mais informal que o Oscar.

Meryl Streep ganhou o prêmio por O Diabo Veste Prada, mas vestiu Carolina Herrera. Já Helen Mirren, a estrela máxima da noite, usou um Donna Karan azul com um colar de safira. Drew Barrymore, sempre a mais animada, foi de Dior by John Galliano e mostra que, entre todas as celebridades, a que mais sabe lidar com a imprensa é ela. Fez par com o divertidíssimo Hugh Grant, porque eles estão lançando um filme que fizeram juntos. Eva Longoria, outra das Desperate Housewives, também se dá muito bem com a imprensa e é muito simpática. Dessa vez realmente acertou tudo com um Ungaro azul marinho com um bordado lindíssimo e um recorte com drapeado nas costas ao mesmo tempo dramático e ao mesmo tempo contido.

O casal Brangelina já deu o que tinha que dar… Brad Pitt é um fôfo, mas parece que ele e a “mulher mais linda de todas as galáxias” estão revoltados com a imprensa. Angelina Jolie fez cara de “sou mais inteligente que todos aqui” e só faltou xingar Giuliana De Pandi, repórter do canal E!, que não perguntou nada que não se pudesse prever: sobre as crianças e sobre o extraordinário assédio da imprensa. Se ela fosse tão inteligente quanto se julga teria uma resposta pronta e bem humorada na ponta da língua. Eu fico me perguntando o que essas celebridades vão fazer nesses eventos televisonados para todo o universo com milhões de espectadores, se não querem “ser importunados”. Fica em casa Lara Croft, que o vestido também foi um desastre. Um cinza horroroso de um tal de St.John que realmente tem tudo a ver com o humor dela: péssimo… Eu hein!

Bitsmag