Festival de chororô nas Olimpíadas

Bitsmag

russell_brand.jpg

Mas está um festival de choro essa Olimpíada! Eu não tenho mais paciência. O resultado pífio da enorme equipe brasileira que foi enviada à longínqua China mostra que o país ainda não tem cacife para enfrentar os grandes do esporte como Estados Unidos, Rússia e China. Será que a medalha de Cesar Cielo é "brasileira"? Ele mora nos Estados Unidos onde estuda e se dedica praticamente o tempo todo à natação.

Os atletas brasileiros ainda não têm condição de se dedicar em tempo integral ao esporte. Esporte competitivo não é só treinamento. Os atletas têm de participar de competições internacionais para se nivelar com os melhores do mundo.

Quanto à ginástica, deu pra perceber que a nossa equipe estava muito bem treinada e com certeza melhorou muito num esporte que não tem nenhuma tradição por aqui. No entanto o que me pareceu é que a equipe precisa de um acompanhamento psicológico adequado. Para um brasileiro competir com feras da Rússia, China e Estados Unidos não é uma tarefa fácil principalmente em esportes que não sejam o futebol no qual  o Brasil é a maior referência mundial.

Espero que essa campanha ruim do Brasil nas Olimpíadas de Pequim sirva de objeto de estudo para as próximas competições. Estudo não somente da medicina do esporte mas também da psicologia do esporte e da competição. Porque perder um jogo tudo bem, mas sair chorando o tempo todo, perdendo ou ganhando, mostra que o pessoal precisa controlar as emoções e com isso, quem sabe, errar menos além de parar de pagar mico na TV… 

Bitsmag