Van Sant, Gondry, Wes Anderson e mais

Bitsmag

paranoid_photo.jpg

Diretores cultuados e seus filmes na 31a Mostra Internacional de SP

Veja dicas e trailers de filmes de diretores cultuados em exibição na 31a Mostra Internacional de São Paulo

Como em toda mostra de cinema que se preze, a 31 Mostra Internacional de Cinema de São Paulo tem em sua programação os diretores mais cultuados, os mais transgressores e aqueles que conseguem agradar e desagradar ao mesmo tempo. Nessa última categoria coloco o amado e odiado David Lynch, cujo Império dos Sonhos está na programação. Este eu cito, porém não recomendo em hipótese alguma, a não ser àqueles que só dormem no cinema. O filme é excessivamente longo, tem mais de três horas de duração numa história que poderia ser reunida num curta metragem: fuja, como se disso dependesse sua vida!

Entre os cultuados que justificam o hype fica o norte-americano Gus Van Sant que enviou para São Paulo seu Paranoid Park. O filme mostra com bastante nihilismo o conflito de um garoto adolescente entre a verdade e a culpa por um acidente. Muito skate, mulheres chatíssimas (uma constante nos filmes de Van Sant) e garotos absolutamente maravilhosos. Não perca!

Paranoid Park

{youtube}KdK4ut4QLsU{/youtube}

Não sou grande fã de Tarantino, mas À Prova de Morte é uma boa pedida, com menos ketchup (só tem duas cenas de braços e cabeças decepadas…) e mais cenas de caçadas automobilísticas divertidas e diálogos inteligentes. Planeta Terror, dirigido por Robert Rodriguez (Sin City), é o outro pedaço do épico Grindhouse de Tarantino e envolve mais sangue cenográfico que o outro tomo da série – o filme também está na 31a Mostra.

Planeta Terror

{youtube}7shFLBNPPfI{/youtube}

Pra quem quer um “medley” de diretores cultuados, a pedida é Cada Um Com Seu Cinema. O filme foi feito em homenagem ao Festival de Cannes que completa 60 anos em 2007. A convite do presidente do festival, Gilles Jacob, mais de trinta cineastas, entre eles David Cronemberg, Abbas Kiarostami, Wong Kar-Wai, Walter Salles, Takeshi Kitano e Zhang Yimou dirigiram clipes de cerca de três minutos, formando uma obra coletiva. O conjunto mostra a cinematografia de 25 países e cinco continentes.

Michel Gondry comparece com seu novo longa, o bucólico Sonhando Acordado, que já saiu em DVD no exterior e pode ser alugado por aqui ema algumas locadoras. Vale pelas imagens, Gondry realmente carregou na abstração. Gael Garcia Bernal estrela o filme. Aliás, falando em Bernal, é bom lembrar que ele está em mais dois filmes que estão em cartaz na maratona cinematográfica: o filme de abertura O Passado, de Hector Babenco, e Déficit, que ele próprio produziu e dirigiu. Déficit poderia ter sido rodado na Barra da Tijuca ou no interior abastado de São Paulo: Bernal vive um garoto rico que dá uma festa em sua casa milionária regada a muita música trance. De pano de fundo as diferenças sociais marcantes da sociedade mexicana.

sonhandoacordado.gif

{youtube}O5VE0O51_tU{/youtube}

Wes Anderson, de Os Excêntricos Tenenbaums e A Vida Aquática de Steve Zissou, diz presente na 31a Mostra Internacional de São Paulo com Viagem a Darjeeling. Só o elenco já vale o ingresso: Adrian Brody, Owen Wilson, Angelica Houston e Bill Murray. O filme conta a história de três irmãos que viajam para a Índia para encontrar o sentido de família novamente.

 

Viagem a Darjeeling

{youtube}7mbgzJG5Zdk{/youtube}

Tom DiCillo, que fez a fotografia de Café e Cigarros e outros filmes de Jim Jarmush, comparece com Delirious, que ganhou vários prêmios incluindo melhor roteiro e originalidade no Festival Internacional de Cinema de San Sebastian, na Espanha. O filme, que tem Steve Buscemi, Michael Pitt e Gina Gershon no elenco, fala sobre a vida de um fotógrafo de celebridades que vive o conflito entre o trabalho que dá dinheiro e o trabalho que lhe confere respeito. Um baita dum conflito…

 

delirious.jpg

{youtube}7oi1KBqP7ZY{/youtube}

Confira também as dicas de filmes para os malucos por música