Em Nome dos Artistas apresenta obra do polêmico Damien Hirst

Bitsmag

Damien Hirst - Mother and Child Divided
Hirst, Koons, M.Barney e C.Sherman estão na Bienal só até 4 de dezembro

Damien Hirst - Mother and Child Divided

Além de Jeff Koons, Mathew Barney e Cindy Sherman, a mostra traz uma série de obras do artista britânico

A mostra Em Nome dos Artistas, em cartaz até 4 de dezembro no Pavilhão da Bienal, em São Paulo, traz ao Brasil peças da coleção Astrup Fearnley, da Noruega. A exposição faz um bom apanhado da obra de alguns dos maiores artistas de arte contemporânea americana dos últimos trinta anos, como Jeff Koons, que esteve em São Paulo na abertura, além de Mathew Barney, Cindy Sherman, Richard Prince e Felix Gonzales Torres, entre outros. A mostra traz ainda obras de artistas novos como Nate Lowman, Dan Colen, Aaron Young e Gardar Eide Einarsson.

Além desse bom resumo da arte atual norte-americana, Em Nome dos Artistas, traz uma boa série de trabalhos do polêmico artista britânico Damien Hirst que é um dos maiores seguidores de Andy Warhol e Marcel Duchamp, com obras altamente conceituais e capaz de atos marqueteiros que deixariam Warhol ruborizado

Artigos relacionados:

Cartrain x Damien Hirst

Cobertor é o novo múltiplo de Damien Hirst

Damien Hirst vende shapes de skate

Bitsmag