Jim Sturgess veio pra ficar

Bitsmag

Ator britânico Jim Sturgess entra em 2008 arrasando em quatro filmes

jimsturgess-strawberryfields.jpg

Jim Sturgess – guarde este nome, você ainda vai ouvir falar muito dele. No momento o ator inglês está encantando o público com sua performance doce no musical Across the Universe no qual ele interpreta Jude, o protagonista. Cantando e atuando Jim mostra carisma irresistível num trabalho difícil de fazer. Não só ele se parece fisicamente com Paul McCartney, como também canta num timbre de voz que se parece tanto com Paul quanto com John Lennon. Julie Taymor, diretora do filme, chegou a achar que ele era perfeito demais para o papel e teve dúvidas em escalá-lo. Um segundo teste fez com que ela tivesse certeza de que ele deveria ser o escolhido para o papel de Jude, um arquétipo dos Beatles e não uma tradução literal dos rapazes de Liverpool.

Pelo que se vê nas entrevistas que tem dado a veículos como o New York Times, a MTV e a revista Interview, ele é bonito, simpático, humilde e tem o charme de um artista underground inglês. Extremamente talentoso, ele tem um currículo respeitável de trabalhos na TV e no cinema britânico, a maioria interpretando adolescentes e jovens marginais ou problemáticos. Em Mouth to Mouth (2006), inédito no Brasil, ele atua ao lado de Ellen Page, outro nome em ascenção no novo cinema independente mundial. O filme conta a história de adolescentes que se juntam num grupo nômade e anarquista chamado SPARK (Street People Armed with Radical Knowledge). Bem no estilo “on the road” o filme, que se passa em várias cidades da Europa, mostra a experiência idealista do grupo que se dedica a ajudar adolescentes perdidos a lidar com drogas ou a deixá-las, ao mesmo tempo oferecendo apoio emocional e, em última instância, muita diversão.

Jim cantou por três anos numa banda indie que se dissolveu poucas semanas antes dele fazer o teste para Across the Universe. O grupo tinha sete pessoas e um som eletrônico, com inspiração em New Order, Depeche Mode, Inspiral Carpets e Stone Roses. Com essa experiência não foi difícil conseguir o papel de Jude em Across the Universe, porém o problema maior foi que no filme ele tinha de atuar cantando o que é bem diferente de cantar num palco. Ele teve de se preocupar em não fazer expressões muito intensas ao interpretar as músicas que ele gravou ao vivo enquanto eram feitas as filmagens. Isso quer dizer que ele e todos os outros atores que cantam no filme não fizeram playback como se fosse um videoclipe.

A experiência de fazer um musical foi tão boa que deve render frutos. Recentemente ele participou de uma leitura do musical O Homem Aranha que será encenado na Broadway, ainda sem data de estréia. A dobradinha Jim Sturgess/Evan Rachel Wood deve ser repetida sob a direção de Julie Taymor. Se tudo der certo eles vão interpretar Peter Parker e Mary Jane no espetáculo que tem música composta por Bono e The Edge.

O sonho de ser um astro do rock era maior do que o de ser um grande ator e se firmou quando ele foi fazer faculdade em Manchester. Formado em Mídia, Música e Performance pela Universidade de Salford ele escolheu a cidade por sua intensa  movimentação musical de onde se originaram suas bandas preferidas, as já citadas Stone Roses e os Happy Mondays.

Mas pelo jeito o destino de Jim Sturgess é mesmo de super astro de cinema. Em 2008 três grandes produções hollywoodianas têm a participação do ator britânico. Com antecipado burburinho de bastidores Jim faz participação no drama Crossing Over onde ele interpreta um sul-africano que vive em Los Angeles. O filme fala sobre imigração nos Estados Unidos e é estrelado por Harrison Ford, Ray Liotta e Ashley Judd. Sean Penn faz uma pequena participação também, assim como a brasileira Alice Braga. Crossing Over deve ser lançado nos Estados Unidos em junho de 2008.

Em The Other Boleyn Girl, Jim é George Boleyn, irmão de Maria e Ana Bolena, interpretadas por Scarlett Johansson e Natalie Portman, respectivamente. O filme fala sobre a rivalidade entre as duas irmãs que namoraram o rei Henrique VIII, interpretado por Eric Bana. The Other Boleyn Girl deve ser lançado nos Estados Unidos no final de fevereiro e no Brasil em março.

No entanto o papel que deve conferir maior popularidade a Jim Sturgess é o de Ben Campbell em Quebrando a Banca (21), filme produzido por Kevin Spacey. No filme Jim Sturgess interpreta o papel principal, um estudante do MIT, gênio da matemática, que é levado a usar sua habilidade para aplicar golpes em cassinos de Las Vegas jogando 21. O mentor de Ben Campbell é Mickey Rosa, interpretado por Kevin Spacey, nesta história baseada em fatos verídicos. Quebrando a Banca vai ser lançado nos Estados Unidos em março e a estréia no Brasil está prevista para abril.

Versátil, Jim Sturgess se dá bem fazendo personagens com sotaques diferentes. Nascido em Londres ele não mostra problema nenhum ao imitar o sotaque de Liverpool em Across the Universe. Em Crossing Over ele passa para o inglês arrastado dos sul-africanos e em Quebrando a Banca tem de parecer um americano genuíno de Boston.

A prova de fogo fica com o mais recente trabalho de Jim Sturgess, Man on The Run, que foi filmado Belfast no final de 2007 e deve ser lançado no segundo semestre de 2008. Outra história verídica, o filme é baseado no livro auto-biográfico Fifty Dead Man Walking, de Martin McGartland. Agente duplo, McGartland foi do IRA (Irish Republican Army) e depois passou a ser agente britânico. Depois de descoberto teve de fugir para a Ingaterra, onde vive até hoje, desde 1994. Jim Sturgess faz o papel inspirado em McGartland que já sofreu mais de um ataque, mesmo depois de ter mudado de identidade e é um dos maiores procurados pelo sangrento grupo terrorista. Ben Kingsley e Rose MacGowan também estão no filme que é dirigido pela canadense Kari Skogland.

Com papéis super bem escolhidos, seja como artista apaixonado, gênio da matemática, figura renascentista ou espião terrorista, Jim Sturgess vai ser visto em diversas personalidades bem distintas nas grandes telas em 2008 que deve ser o ano em que ele se firmará como ator de primeiro escalão.

Clique aqui para ver Jim Sturgess no indie Mouth to Mouth

Bitsmag