O melhor bartender do mundo poderá ser brasileiro

Bitsmag

Campeonato mundial de coquetelaria faz etapa no Brasil

Campeonato mundial de coquetelaria faz etapa no Brasil

Campeonato mundial de coquetelaria faz etapa no Brasil

Campeonato mundial de coquetelaria faz etapa no Brasil

Duas vagas para disputar na França o título de melhor bartender do mundo serão concedidas a dois brasileiros que poderão concorrer no Campeonato Mundial de Coquetelaria Marie Brizard na França, em novembro. Estebelecimentos de todo o Brasil que tenham produtos Marie Brizard cadastrados poderão enviar inscrições de candidatos que irão participar do seminário anual IBS – International Bartender Seminar em sua primeira etapa brasileira. A Casa Flora e a Porto a Porto vão levar os dois vencedores que irão disputar o campeonato onde irão participar 100 candidatos do mundo todo.

Uma etapa seletiva e um concurso fazem parte da competição na etapa brasileira onde os patrocinadores apontaram profissionais selecionados par avaliar os coquetéis e selecionar os finalistas.

Até o dia 30 de setembro os candidatos podem enviar suas receitas por email para ibs@casaflora.com.br e 12 receitas serão selecionadas para o concurso que vai acontecer em São Paulo dia 28 de outubro. Os candidatos selecionados que não forem de São Paulo terão as despesas de viagem pagas pela Marie Brizard.

Os dois ganhadores da etapa brasileira irão competir no Campeonato Mundial de Coquetelaria Marie Blizard que acontece em Bordeaux (França) entre os dias 25 e 28 de novembro.

Os candidatos devem enviar dois tipos de receitas, uma para drink “easy-to-make” e outra para “new trend”. O drink da categoria “easy-to-make” consiste em uma bebida que possa ser elaborada por qualquer pessoa que não seja profissional. A receita deve conter um (e somente um) sabor de licor Marie Blizard combinado a ingredientes que sejam facimente encontrados na casa de qualquer apreciador de bebidas. Não há limitação de formato: o drink pode ser long, short ou hot drink.

A categoria “trend” leva em conta critérios mais técnicos e a visão do bartender sobre o que ele considera ser tendência no mundo da coquetelaria.

Você tem um coquetel ou drink da sua preferência?