New Order enlouquece fãs e novos admiradores no Rio

Bitsmag

Foi semana de momentos musicais históricos no Rio. Depois da gravação do show dos Mutantes, na quarta, eles que só entram em turnê em janeiro, fui parar no show do New Order, na quinta. E acabei conhecendo a nova casa Vivo Rio. Muito engraçado comparar as platéias do show dos Mutantes e do New Order, parece que mudei de canal na TV… Pertinho do palco estavam os Vikings, os caras do fanclube e responsáveis pelo site “semi” oficial do New Order, o neworderonline.com. Eles acompanham o New Order onde a banda vai e vieram da Inlglaterra para os shows na América Latina. Ganhei logo um botton chiquérrimo deles porque já fui falando: “I’m a huuuuuuuge fan of New Order”. Mas o que deve ter impressionado é que eu contei que vi o New Order em N.York nos anos 80, no clube 1018th. E mais, contei que o Zé Roberto, que estava do meu lado e devidamente presenteado com um botton, foi um dos primeiros DJs brasileiros a tocar New Order. Ele contou também do vídeo que ele tem da apresentação do New Order no Maracanazinho, nos anos 80. Piratésima é claro, ítem de colecionador que um dia ainda vai ser disputado a tapa. Marcelo Yuka assistia no fosso dos fotógrafos, ensandecido. No lineup teve músicas novas, inéditas e os hits que todo mundo esperava, incluindo o gran finale com Love Will Tear Us Apart, do Joy Division. Mas o ponto alto foi Bizarre Love Triangle, a urrou… Na saída nosso grupinho (eu, Zé, Alessandro mais o Tom e a Cindy) fomos todos ao juízo final, ou seja, o único lugar aberto de madrugada no Rio, a pizzaria Guanabara. Conversinha sobre figuras antológicas do Rio permearam o fim de noite, principalmente histórias dos anos 80 (tradução: falamos mal de todo mundo). Na parede uma barata dava o ar da graça…

Bitsmag