Fun Factory por Karim Rashid – Sex shop pra lá de descolada

Bitsmag

funfactory-gallery09.jpg
Fun Factory por Karim Rashid

Mau gosto e vulgaridade são adjetivos geralmente associados à indústria do sexo. O arquiteto Karim Rashid deu um passo adiante e mostrou, através de seu projeto da sex shop berlinense Fun Factory, que sexo pode, e deve, ser tratado com sofisticação e bom gosto. A loja, que fica no coração da nova Berlim, na região de Hackesher Markt, parece uma loja de móveis ou de moda, daquelas bem descoladas. Tem grandes vitrines que permitem aos transeuntes darem uma olhadinha dentro da loja, ao contrário das sex shops que conhecemos aqui no Brasil que ficam completamente isoladas do público. Dessa forma a Fun Factory, ao invés de cultuar o prazer velado, quebra o tabú desse tipo de negócio oferecendo um espaço convidativo, bonito e divertido. A loja tem ainda um lounge no segundo andar, com bar integrado.

O arquiteto egípcio radicado nos Estados Unidos, Karim Rashid é um dos maiores nomes do design na atualidade. Só o fato de aceitar projetar uma sex shop já é um manifesto.  Em entrevista para o site designboom Karim Rashid define da seguinte forma seu projeto para a Fun Factory:

“Somos uma máquina orgânica de emoções e necessidades. O prazer sexual é um dos grandes proponentes de nossa existência e pode nublar a percepção dessas emoções e necessidades. Como o design, antes marginal e tabú, o sexo é agora um assunto de utilidade pública. A onipresença desses assuntos envolve similaridades como performance, desejo, forma, sedução, beleza e experimentação.

As formas dos brinquedos sexuais da Fun Factory são esculturais, sensuais, orgânicas, inteligentes e de bom gosto.  O projeto foi baseado nesses objetos e na ideia de criar paisagens para os brinquedos, para brincadeiras e para uma série de comportamentos sexuais, além de mostrar de forma sutil essas emoções e necessidades.  O espaço é um organismo dinâmico, fluido, “technorgânico”, calmante apesar de desafiador, sensual apesar de acessível e, ao mesmo tempo, erótico e convidativo. 

O design hoje rege todos os aspectos de nosso cotidiano portanto a fronteira final é criar a ambientação para uma vida sexual melhor.”

Veja fotos da Fun Factory:
Via designboom e Luciana Walther

Clique na imagem para abrir a galeria de fotos – Fun Factory por Karim Rashid

Bitsmag