Mais de 50 atrações na edição paulistana do sonarsound

Bitsmag

É a primeira vez que a versão itinerante do festival espanhol Sónar aporta no Brasil. O sonarsound SP, parte do projeto Nokia Trends que trouxe ao Brasil a turnê Big Beach de Fatboy Slim, leva a S.Paulo de 8 a 12 de setembro cerca de 50 apresentações musicais em três dias e três noites de programação que se dividem entre o Instituto Tomie Ohtake e o Credicard Hall. No Instituto Tomie Ohtake está a programação mais experimental e acontece de dia. Já no Credicard Hall estão as grandes atrações noturnas como Laurent Garnier e Jeff Mills.

A produção do sonarsound SP está a cargo da CIE Brasil em parceria com a Advanced Music, a agência de DJs do Sónar que tem representação no Brasil pela Sacode Produções, de Marcos Boffa, diretor artístico do festival Eletronika de B.Horizonte.

Som e luz de primeira garantidos pela produção…

Um dos principais quesitos de um bom festival de música e principalmente eletrônico é o planejamento e o equipamento de som e luz. No sonarsound SP será utilizado o melhor sistema de som da atualidade, o francês VDOSK, desenhado especialmente para música eletrônica. A iluminação ficará a cargo do light designer Handy Cruockshank, iluminador do Underworld, que também foi o responsável pela luz no Sónar 2004, em Barcelona.

A abertura do evento, dia 8 de setembro, não será nos lugares designados para o festival e sim no Teatro Abril, na Bela Vista, região central de S.Paulo. Quem abre o festival é The Matthew Herbert Big Band que se apresenta pela primeira vez no Brasil. A banda mistura elementos jazzisticos e eletronica com repertório do álbum Goodbye Swingtime. Mathew Herbert reaparece no evento novamente no dia 10 para um set de discotecagem.

sonarsound Dia é no Tomie Ohtake

Com um intervalo de um dia o festival começa mesmo é no dia 10 com a edição diurna nos palcos Hall Stage, Multimídia Stage e Village Stage, instalados no Instituto Tomie Ohtake. É lá que rola a programação sonarsound Dia, a parte mais experimental do evento, com novos talentos nacionais e internacionais da música eletrônica e contemporânea. O Instituto Tomie Ohtake pode receber até 4 mil pessoas por dia. Além dos palcos o público vai ter à disposição um lounge, cinema, monitores para cada sala de exposição, terminal de internet, dois restaurantes (o do próprio Instituto e outro especialmente montado no quinto andar) e bares espalhados por todo o prédio e também no centro de convenções. Haverá também serviço gratuito de van, a partir das 12h, com saídas dos shoppings Iguatemi e Villa-Lobos e da estação Vila Madalena do metrô.

Tenda para 6 mil pessoas é montada no estacionamento do Credicard Hall

A parte noturna do festival, sonarsound Noite, acontece nos palcos Park Stage e Club Stage no Credicard Hall. O palco principal, Park Stage, será montado no estacionamento da casa de espetáculos, em uma enorme tenda com capacidade para 6 mil pessoas. O festival oferecerá cinco estacionamentos nas imediações do Credicard Hall exclusivos para o público do sonarsound SP. Um serviço gratuito de van fará o transporte a partir das 22h, saindo de três pontos: Shopping D&D, Shopping Interlagos e Shopping Jardim Sul. A SP Trans ajudará no tráfego nos arredores do espaço que o festival ocupará, com possibilidade de reversão de mãos das vias para assegurar melhor fluxo do trânsito. Também serão estendidos os horários de funcionamento das linhas de ônibus que atendem a região.

É no sonarsound Noite que vão se apresentar grandes estrelas da eletronica mundial como Jeff Mills, Laurent Garnier, François K., Ricardo Villalobos e bandas electro como Ladytron e Chicks on Speed.

Os DJs brasileiros que se apresentam no sonarsound S.Paulo prometem novidades como Patife se apresentando ao lado do Trio Mocotó, formado por Nereu, João Parahyba e Skowa e responsável pela criação do termo samba rock. O Instituto, coletivo de hip hop, vai se apresentar ao lado do DJ Dolores e o DJ Marlboro também vai levar convidados ainda não anunciados para seu set de genuíno funk carioca. Outros tops brasileiros que vão se apresentar: Maurício Lopes, do Rio de Janeiro, Magal, Marky e a dupla DZ Cuts, de Nuts e Zé Gonzales (ex-Planet Hemp), entre outros.

Para ilustrar e pontuar as apresentações os mais importantes coletivos de VJs do país estarão presentes: Alexis, Embolex, BijaRi, FAQ e Palumbo além dos intenracionais tinnyLittleElements e No-Domain.

Confira a programação completa e também como comprar ingressos:

Line-Up

Dia 8

: Abertura – Teatro Abril

21h – Matthew Herbert Big Band

: sonarsound dia

Dia 10

Hall Stage:

13h – Inumanos
15h – Prince Po
17h – KL Jay
19h – Beans

Multimídia Stage (Conference Room):

16h – Lia
18h – National
20h – Golan Levin

Dia 11

Hall Stage:

13h – Objeto Amarelo
15h – Arto Lindsay
17h – Hurtmold
19h – Liars

Village Stage:

14h – Laptronic
16h – Kevin Blechdom
18h – Bojo
20h – Mugison

Dia 12

Hall Stage:

13h – Artificial
15h – Fibla + Randomzeta
17h – LCD
19h – Four Tet

Village Stage:

14h – Tetine
16h – Akufen
18h – Nego Moçambique
20h – Junior Boys

sonarsound noite

Dia 10

Park Stage:

22h30 – Mauricio Lopes
0h – Pan Sonic
1h – Angel Molina
2h30 – Jeff Mills
4h30 – Anderson Noise
6h – Ricardo Villalobos

Club Stage:

22h30 – Magal
0h30 – Chicks On Speed
1h30 – Ladytron DJs
3h30 – LCD Soundsystem
4h30 – DJ Marlboro + convidados
6h – Matthew Herbert

Dia 11

Park Stage:

21h30 – Renato Lopes
22h30 – Metro Area
0h – Matthew Dear
1h – François K
3h – Renato Cohen
4h30 – Mau Mau
6h – Laurent Garnier

Club Stage:

21h30 – Primo
23h – Instituto + DJ Dolores
0h30 – DZCuts
2h – Prefuse 73
3h – Kid Koala
4h – Money Mark
5h – Patife + Trio Mocotó
6h30 – Marky

Bitsmag