Filme fala de um DJ que ficou surdo

Bitsmag

its-all-gone-pete-tong2

Trilha sonora com dois CDs sai pelo selo Positiva com os maiores clássicos das pistas de Ibiza

Foi em abril de 2005, em N.York, a première de It’s All Gone Pete Tong, filme que conta em tom de comédia a triste história do DJ Frankie Wilde. O superstar DJ de techno, que enchia diariamente as pistas de Ibiza, como a do Pacha, teve seu auge em meados dos anos 90 e acabou se enterrando no estilo “festa e drogas” diariamente. Ficou surdo e hoje não se sabe mais dele.

It’s All Gone Pete Tong, que ganhou o prêmio de melhor filme canadense no Toronto Film Festival e melhor filme no festival US Comedy Arts Film Festival, tem elogiada atuação de Paul Kaye em seu primeiro papel como protagonista. O filme promete virar “cult” e tem participação de Pete Tong em pessoa. Não só Pete Tong participa do filme como também Paul Van Dyk, Tiesto e Carl Cox, entre outros.

Como se pode imaginar a trilha sonora é um caso a parte. Em dois CDs a compilação foi montada por James Domen e por Ben Cherrill, da Positiva, um dos maiores selos mundiais de dance music. Pra começar, de quebra, Pacific State, do 808 State, clássico meeesssmo. Ainda no primeiro CD tem Halo, do Depeche Mode, em remix do Goldfrapp e Good Viibrations, dos Beach Boys. No Segundo CD estão os clássicos das pistas de Franke Wilde, como Can You Hear Me Now do Doublefunk ou Frenetic, do Orbital. Nota: Frankie Wilde nunca existiu.

Bitsmag