(des) fazer imagens

Bitsmag

beckersaopaulo.jpg

Em cartaz em São Paulo as obras em espelho e talco de Ricardo Becker 

beckersaopaulo.jpg

Em cartaz em São Paulo a partir da próxima semana as obras em espelho e talco de Ricardo Becker

A Galeria Eduardo Fernandes, em São Paulo, exibe obras do carioca Ricardo Becker até o final de junho. Ricardo tem usado em seus trabalhos espelhos e talco como suporte. Os reflexos e o clima de sonho proporcionados por estes materiais servem como condutores de um resgate de memória. 

“Os espelhos antigos remetem a uma memória do passado: quantas centenas de pessoas passaram desapercebidas por estes espelhos e quantas não se miraram neles e que pensamentos e olhares foram captados por esta próteses de duplicar imagens verticais?!” reflete Ricardo Becker.  Para conseguir suas matérias primas Ricardo percorre ferros velhos ou casas antigas, lugares com história. Nem sempre é fácil resgatar estes materiais. Muitas vezes é necessário muita negociação.

Para o crítico Fernando Gerheim , o observador, sem o qual nenhuma obra se completa, não escapa da própria imagem nestes trabalhos de Ricardo Becker. ”Ele participa como reflexo e como aquele que, voluntária ou involuntariamente, enquadra as imagens através de sua posição e do seu movimento.  Ele participa com o olhar e, de modo literal, com sua imagem virtual. Mas é subtraído o que a imagem especular tem de duplicata perfeita – e às vezes inclemente. Do domínio da percepção pura e simples , entramos no campo da significação. Pelo movimento do corpo, estes trabalhos se expandem no espaço real. Eles são simultaneamente óticos e simbólicos; planares – embora as duas superfícies, a do vidro e a do espelho, criem uma espessura – e espaciais – embora extrapolem o quadro sem sinal físico. Eles trafegam entre o diáfano e o extensível”.

Veja imagens dos trabalhos de Ricardo Becker (clique na imagem abaixo para abrir a galeria de fotos):

{gallery}artes/becker{/gallery}

Bitsmag