Destaques do Mix Brasil 2004

Bitsmag

(Matéria de 04/11/2004)

Com festa que fechou a quadra da rua Fradique Coutinho em frente à Sala Uol de Cinema, estreou na última quinta em S.Paulo o 12º Festival de Cinema e Vídeo da Diversidade Sexual, o Mix Brasil. Exibindo 188 filmes, sendo 8 longas e 131 curtas o festival vai de 12 a 21 de novembro em S.Paulo e depois segue para o Rio de Janeiro (16 a 28 de novembro) e Brasília (de 1º a 19 de dezembro).

Na abertura o filme exibido foi D.E.B.S., de Angela Robinson. Em seguida rolou coquetel e festa no ampgalaxy, que fica bem em frente à Sala UOL. No domingo vai ser exibido Head Case, do americano Michael Wakefield, que tem a participação do DJ carioca Ric Tavares.

Head Case é trash total, mostra o underground novaiorquino recente e foi filmado em 2000, antes do atentado às torres gêmeas. Ric Tavares interpreta o personagem Brian, que é apaixonado pelo personagem principal, Kelly, um “ex” gay que tem como missão tentar mostrar ao mundo como deixar de ser gay. Brian tem uma namorada e vive da atividade Believercise, que consiste em vender os vídeos que produz em clubes noturnos. Esses videos mostram “técnicas” para converter gays. A namorada de Kelly é a transsexual Mimi, que tem como sonho gravar um disco. No meio desse enredo todo ainda existe um serial killer que perfura o crânio de suas vítimas para depois penetrá-las…

Michael Wakefield, diretor de Head Case, é figura fácil no underground novaiorquino. Promove festas em Manhattan e no Brooklyn, é fotógrafo também e diretor de vídeos. Ele é apresentqador de um programa sexy gay na TV paga americana. Ric Tavares, DJ carioca, viveu cerca de 8 anos em N.York e, na época da gravação de Head Case, trabalhava no antológico clube The Cock como DJ e bartender. Trabalhava também no evento Homo Corps que acontecia no CBGB’s apresentando um showcase de bandas novas, a maioria gay e recebendo na platéia celebridades com um pé no trash como Debbie Harry e a atriz Kristie Alley.

Head Case está na lista de 10 escolhidos por André Fischer, diretor do Mix Brasil. Ric Tavares, pra comemorar, toca em uma das festas oficiais do Mix Brasil em S.Paulo, a Babylon, no clube The Week, que fica na Lapa.

Quem não puder ver Head Case em S.Paulo este domingo, pode esperar que passa no Rio no dia 20, no CCBB no Centro.

Bitsmag