Bar Môfo no Rio

Bitsmag

lapa3.jpg

Bar Môfo: Novo bar é inaugurado na Lapa

lapa3.jpg

Na noite de abertura, 18 de julho, show de Wilson das Neves e DJ Cyro

Por: Divulgação 

Com a mesma decoração inspirada no Rio Antigo e os petiscos e sanduíches que fizeram a fama da matriz, no Flamengo, o bar Mofo chega à Lapa com uma novidade: um espaço só para a música. O segundo piso da casa, que ocupa um antigo sobrado na Avenida Mem de Sá, mereceu projeto especial. Com capacidade para 250 pessoas, o lugar ganhou um palco e tratamento acústico. A curadoria musical é do produtor cultural Bruno Levinson, criador do festival Humaitá Pra Peixe e sócio do Mofo. Para a abertura da casa, no dia 18 de julho, haverá show com o baterista Wilson das Neves e depois o som DJ Cyro.
 
Na Lapa, somam-se aos três sócios do Mofo no Flamengo – Bruno e os empresários Jan Vidor e Rafael Coelho – o empresário Giordano Afonso e os sócios do portal RioFesta. No primeiro andar do casarão, fica o Mofo em sua versão original de bar. Com 130 lugares, o espaço conta em sua decoração com elementos que incluem um chão que reproduz o calçadão de Copacabana, objetos de antiquários e reproduções de fotos antigas do bairro feitas por Augusto Malta. O acesso ao segundo andar é feito por escada lateral independente. Além da área do palco, há um bar exclusivo, um mesão comunitário e um mezanino, que também pode ser usado para reservas. Há ainda um pequeno terceiro andar ao ar livre que, separado por um guarda-corpo de vidro, faz as vezes de fumoir.
 
A programação musical
Em julho, nos dias 18 e 25 (sextas), a programação apresenta o samba do baterista, cantor e compositor Wilson das Neves. Na mesma noite, o DJ Cyro toca uma seleção de músicas da MPB, samba de raiz e sons regionais do mangue beat. No dia 19 (sábado), o cantor Gabriel Moura mostra sua “Gafieira Samba Funk”. No repertório, clássicos do samba como “Aquarela do Brasil” e “Na Baixa do Sapateiro”, de Ary Barroso. Em seguida, o som do DJ Yuri vai do samba ao eletrônico, passando pela black music, o funk e o hip hop. No dia 24 (quinta), tem roda de samba com o grupo Boemia Carioca. No dia 26 (sábado), o cantor e compositor Moyseis Marques traça um panorama dos sambas de todas as épocas. 

Dentro da programação musical do Mofo, algumas noites da semana serão dedicadas aos projetos especiais, sendo alguns inéditos. Na última quinta-feira de cada mês, é a vez de o DJ Macelinho da Lua se apresentar ao lado do baixista e MC Ângelo B. Em todo o show, a dupla receberá um convidado. Entre os projetos previstos para os próximos meses, o trio de música instrumental Sambadrive é formado por Mauro Berman (baixo), Pablo Lapidusas (piano) e Lourenço Monteiro. Os três músicos fazem parte da banda do Marcelo D2 e prometem um repertório de músicas brasileiras com arranjos jazzísticos. Há ainda o Projeto Verde Amarelo do DJ Janot e a gravação do programa “Faro”, da rádio MPB FM.
 
O cardápio do Mofo
A comida de boteco caseira está presente nas sugestões de entradas, belisquetes e pratos. Entre os petiscos, os pastéis são feitos de massa caseira crocante e fininha. São mais de dez tipos de recheio, destaque para o de queijo coalho com salaminho (R$ 4), de camarão (R$ 4) e de lombinho com abacaxi (R$3,50). Os espetinhos de frango (R$ 4,20) e de picanha (R$ 5,30) vêm acompanhados de uma farofinha. Entre os sanduíches, destaca-se o mofo burger (R$ 18,50).
 
Para beber, além do chope da Brahma (200ml – R$ 2,70 / 300ml – R$ 3,30 / jarra de 1,8L – R$ 15,50), há muitas opções de caipirinhas preparadas com cachaça (R$ 7,50), vodca (R$ 9) ou saquê (R$ 11,30). Entre os sabores, graviola, abacaxi com hortelã, uva com manjericão, goiaba com requeijão, fruta-do-conde, melancia com hortelã e morango com gengibre. Invenção da casa bem-sucedida no Flamengo, a tábua de caipirinhas reúne copinhos de 100ml com sete sabores diferentes do drinque (cachaça R$ 30, vodca R$ 32, saquê R$ 34). O cardápio atende aos dois ambientes do Mofo. Em breve, a casa também abrirá para o almoço com opções de pratos executivos.
 
Programação de julho
Dia 18 (sexta) – Wilson das Neves e DJ Cyro
Dia 19 (sábado) – Gabriel Moura e DJ Yuri
Dia 24 (quinta) – Boemia Carioca (Roda de Samba)
Dia 25 (sexta) – Wilson das Neves e DJ Cyro
Dia 26 (sábado) – Moyseis Marques
Dia 31 (quinta) – Marcelinho Da Lua e MC Ângelo B e DJ Fernando Dias. Convidado especial: saxofonista Rodrigo Sha.
 
Programação Mofo (Lapa) – Dias 18 e 19 de julho
 

Wilson das Neves e DJ Cyro. Um dos bateristas mais atuantes da MPB, Wilson das Neves apresenta composições feitas em parceria com Chico Buarque, Paulo Cesar Pinheiro, Aldir Blanc, Délcio Carvallho, Claudio Jorge, além de interpretar músicas de Paulinho da Viola, Bide & Marçal e Silas de Oliveira. Depois do show, som do DJ Cyro com uma seleção de músicas da MPB, sons regionais do mangue beat e samba de raiz.
MOFO: Av. Mem de Sá, 94 – Lapa (2221-9851). Sexta (18/07), às 23h. R$ 25. Não tem meia-entrada para estudantes. Capacidade: 250 pessoas. Censura 18 anos.
 
Gabriel Moura e DJ Yuri. O cantor Gabriel Moura mostra sua “Gafieira Samba Funk” ao lado de Sidão Santos (baixo), Cassius Theperson (bateria) e Wanderley Silva (percussão). No repertório, clássicos da música brasileira como “Aquarela do Brasil” e “Na Baixa do Sapateiro”, de Ary Barroso, “Tamanco no Samba” e "Palladium" de Orlandivo, e “Fibra” e “Ao Velho Pedro” do seu tio, Maestro Paulo Moura. Antes e depois da apresentação, o DJ Yuri passeia do samba ao eletrônico, sem deixar de lado a black music, o funk e hip hop, além de sucessos dos anos 70, 80 e 90.
MOFO: Av. Mem de Sá, 94 – Lapa (2221-9851). Sábado (19/07), às 23h. R$ 25. Não tem meia-entrada para estudantes. Capacidade: 250 pessoas. 18 anos.
 
SERVIÇO BAR MOFO
Av. Mem de Sá, 94 – Lapa (2221-9851). Capacidade restaurante (1º piso): 130 lugares. Horário de funcionamento: segunda a domingo, das 17h às 6h. 18 anos

Bitsmag